Você está aqui: Página Inicial / Economia / 2009 / 12 / Estudo da OIT mostra que crise já deixou 20 milhões de desempregados

Estudo da OIT mostra que crise já deixou 20 milhões de desempregados

por Danilo Augusto publicado 08/12/2009 13h19, última modificação 08/12/2009 13h20

São Paulo - A crise econômica mundial, iniciada em 2008, já cortou 20 milhões de postos de trabalho em todo mundo. A informação é de um estudo divulgado pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), na segunda-feira (07). O documento também mostra que 43 milhões de pessoas ainda correm o risco de deixarem o mercado de trabalho por um grande período ou definitivamente.

Intitulado como Mundo do Trabalho 2009, o documento reforça que “a crise do emprego está longe de ter acabado”. Mesmo com o alerta, a OIT observa que a redução de emprego é menor do que o previsto em relação a crises anteriores. Mesmo assim, a crise de desemprego “é muito mais ampla do que os números sugerem".

Países com economia em desenvolvimento cortaram aproximadamente 11 milhões de empregos. Desses, nove milhões de postos de trabalho foram fechados somente no primeiro trimestre deste ano. O Brasil, juntamente com China, Rússia e África do Sul, foi responsável por quase a metade do corte desses empregos.

O estudo também destaca que em alguns países como o Brasil, a economia está mostrando um “retorno ao crescimento do emprego” e que “a recuperação provavelmente será mais rápida"

Fonte: Radioagência NP