Home Trabalho Transportadores desocupam secretaria após derrubar ameaça de desemprego por Doria
educação

Transportadores desocupam secretaria após derrubar ameaça de desemprego por Doria

Motoristas de peruas escolares conquistam revogação de portaria e acordo para participar da construção de nova proposta para o atendimento de alunos
Publicado por Redação RBA
12:26
Compartilhar:   
Marcelo Camargo/ABr
motoristas teg.jpg

Acordado conquistado prevê a criação de comissão para participar do debate sobre nova proposta para condutores do TEG

São Paulo – Motoristas do Transporte Escolar Gratuito (TEG), que atendem estudantes da rede municipal de ensino em São Paulo, desocuparam na tarde desta quinta-feira (18) a Secretaria Municipal de Educação, após a prefeitura revogar a portaria que prejudicava a categoria. Eles estavam desde a quarta-feira na sede da pasta, na Vila Mariana, zona sul da cidade.

De acordo com o diretor social da União Geral do Transporte Escolar de São Paulo (Ugetesp), Jorge David Salgado, o Formiga, a categoria se reuniu com o vereador e presidente da Câmara Municipal, Milton Leite (DEM), e os secretários Alexandre Schneider (Educação) e Sérgio Avelleda (Transportes), quando foi acordada a revogação da Portaria conjunta SMT/SME nº 01, publicada na última segunda (15).

A portaria do prefeito João Doria (PSDB) previa a realização de um sorteio para selecionar os motoristas que seriam credenciados. Segundo os trabalhadores, a escolha seria realizada por meio da placa dos veículos, sem considerar, por exemplo, o histórico de trabalho ou mesmo o tempo de serviços prestados pelos profissionais ao TEG. Cerca de 2 mil trabalhadores estavam sob ameaça de ficar desempregados.

Formiga também afirma que foi acordado a criação de uma comissão para, junto com as secretarias, construir uma nova proposta para os condutores do TEG.