Ao vivo e em cores

Programas de música e de jornalismo agora também ao vivo pelo YouTube

Além do rádio e do site, o noticioso 'Jornal Brasil Atual', edição da manhã, e o musical 'Hora do Rango', passam a ser transmitidos pela popular plataforma de vídeo

RBA

Rádio Brasil Atual no YouTube

Transmissão pelo YouTube é mais uma possibilidade para acompanhar a programação da Rádio Brasil Atual

São Paulo – A partir desta terça-feira (26), os programas Jornal Brasil Atual e Hora do Rango passam a ser transmitidos ao vivo pelo YouTube. Apresentado por Marilu Cabañas e Glauco Faria, o programa vai ao ar diariamente, das 7h às 9h, com os principais fatos da política, economia, educação, mundo do trabalho, cidadania, meio ambiente e direitos humanos. Os assuntos são tratados sob a perspectiva dos trabalhadores, com uma abordagem diferente das rádios comerciais do país.

O programa conta com as participações especiais do sociólogo e cientista político Emir Sader, do correspondente internacional Flávio Aguiar, do diretor- técnico do Dieese, Clemente Ganz Lúcio, a pesquisadora Larissa Bombardi, autora do Atlas Geografia do uso de Agrotóxicos no Brasil, e do professor do Departamento de Geografia da Universidade de São Paulo (USP) Wagner Ribeiro, especialista em questões ambientais.

“O jornal tem um diferencial em relação ao noticiário de rádio em geral por ter as entrevistas como um de seus eixos principais, que buscam não apenas retratar o fato em si, mas também a sua interpretação e análise. E também busca manter uma relação estreita com os ouvintes, que sempre colaboram com sugestões de pautas, críticas e mesmo indicação de fontes”, analisa Glauco.

Já o Hora do Rango, ao melhor estilo de música ao vivo, é um programa que toca e deixa tocar, refletindo a variedade cultural do país. Acumulando mais de 300 edições, o programa recebe diariamente, das 12h às 14h, músicos, compositores, cantores e cantoras de todas as tribos e gerações. Por seu estúdio já passaram nomes como Odair José, Filipe Catto, As Bahias e a Cozinha Mineira, Zé Geraldo, Mônica Salmaso, Renato Braz, Fabiana Cozza, Joyce, Emicida, Antônio Nóbrega, Mano Brown e até mesmo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, entre tantos outros. Alguns menos divulgados pela mídia comercial, mas com muita qualidade para mostrar.

“A diversidade musical brasileira é absurda, e isso as rádios não tocam, é monocultura musical”, afirma o apresentador Oswaldo Luiz Colibri Vitta, vencedor do prêmio de melhor produtor musical de 2017, concedido pela Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA).

Foi no Hora do Rango, por exemplo, que Jerry Adriani deu a sua última entrevista antes de morrer, que Chico César tocou no estúdio, em primeira mão, a música que fez em homenagem aos estudantes secundaristas, que Mano Brown lançou disco e que o jornalista Jotabê Medeiros antecipou trechos de sua biografia sobre Belchior. Um programa vibrante, que incentiva e revela o melhor da música brasileira.

Ambos os programas podem ser acompanhados no canal da Rádio Brasil Atual no YouTube.