Home Cidadania No ‘Jornal Brasil Atual’, as denúncias contra Moro e a adesão dos trabalhadores de transportes à greve geral
NO AR

No ‘Jornal Brasil Atual’, as denúncias contra Moro e a adesão dos trabalhadores de transportes à greve geral

Juízes para a Democracia querem soltura imediata de Lula. Categorias reafirmaram apoio à paralisação na sexta-feira contra a reforma da Previdência do governo Bolsonaro.
Publicado por Helder Lima, da RBA
06:54
Compartilhar:   
Paulo Pinto/Ag. PT

Greve em março de 2017 em defesa dos direitos dos trabalhadores: mobilização deve ser ainda maior na próxima sexta-feira

São Paulo – A repercussão do vazamento de conversas ilegais entre o ex-juiz Sérgio Moro e o procurador Deltan Dallagnol, no âmbito da Operação Lava Jato, para que Dallagnol fosse orientado sobre como proceder para acusar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é destaque da edição desta terça-feira do Jornal Brasil Atual, na Rádio Brasil Atual. Os jornalistas Marilu Cabañas e Glauco Faria entrevistam a presidenta da Associação Juízes pela Democracia (AJD), Valdete Severo. A entidade emitiu nota exigindo a soltura imediata do ex-presidente Lula e a extinção dos processos da Lava Jato, devido às revelações do site The Intercept.

A mobilização do setor de transportes em favor da greve geral de sexta-feira (14) também está na pauta da edição. O repórter Cosmo Silva conversou com representantes dos trabalhadores sobre as mobilizações e o crescimento da adesão das categorias à paralisação. Nesta segunda-feira (10), foi realizada plenária dos trabalhadores de transportes em São Paulo, com representantes das centrais sindicais e de motoristas, metroviários e ferroviários.

Os trabalhadores de transportes devem realizar uma  paralisação de 24 horas. Os três modais envolvidos com a greve geral – ônibus, metrô e trem – transportam cerca de 18 milhões de passageiros por dia na região metropolitana da capital paulista. Outras categorias estão realizando assembleias e aderindo à greve, como professores, metalúrgicos e bancários, além dos estudantes que protagonizaram as mobilizações de maio nos dias 15 e 30 (15M e 30M).

A edição apresenta ainda cobertura de audiência na Defensoria Pública de São Paulo, na quinta-feira (6), para debater o projeto do governador João Doria (PSDB), de privatizar os presídios do estado. Há sérias dúvidas se a privatização seria uma medida acertada. O Sindicato dos Funcionários do Sistema Prisional do Estado de São Paulo (Sinfuspesp) argumenta que a privatização não assegura a ressocialização dos detentos.

Outra reportagem trata da dificuldade imposta a pais de crianças autistas para conseguir transporte escolar na rede pública de ensino.

Confira a edição: