'descentralizar'

Em São Paulo, restaurante faz parceria com guia de gastronomia da periferia

Durante o mês de abril, Comedoria Gonzales, no Mercado de Pinheiros, oferecerá opções vegetarianas escolhidas a partir do guia 'Prato Firmeza', lançado no início do ano

DIVULGAÇÃO
prato firmeza comedoria gonzales.jpg

Cozinheira baiana Teomila Veloso é a primeira convidada de Checho. Ela servirá acarajés vegetarianos

São Paulo – A Comedoria Gonzales, localizada no Mercado de Pinheiros, na zona oeste de São Paulo, servirá pratos produzidos por cozinheiros instalados em restaurantes da periferia da capital, cujas casas estão listadas no Prato Firmeza: o guia gastronômico das quebradas. A parceria funcionará, a partir desta quinta-feira (6) e em todas as quintas do mês de abril. A iniciativa é o chef de cozinha Checho Gonzales e o guia gastronômico Prato Firmeza.

O Prato Firmeza, lançado no começo deste ano, mapeou 40 lugares de diferentes bairros da periferia da capital paulista. “Os guias tradicionais mapeiam a mesma região central e parte do centro expandido da cidade e tem muita comida boa no Grajaú, Itaquera ou Guaianases. O livro tem um papel político, de descentralizar não só a gastronomia, como o jornalismo, porque tem muito conteúdo pelos extremos da cidade”, explica o jornalista Guilherme Petro, em entrevista à Rádio Brasil Atual.

Checho Gonzales, dono do restaurante que leva seu nome, afirma que a ideia é manter a parceria ao longo do ano. Neste seu primeiro mês de parcerias, a Comedoria Gonzales irá servir apenas comida vegana. A primeira cozinheira convidada é a baiana Teomila Veloso, que tem um quiosque na entrada da favela de Paraisópolis, na zona sul, chamado Point do Acarajé. “É impressionante o acarajé que ela faz”, diz Checho.

No próximo dia 13, os convidados são os Novos Veganos, da Vila Salete, na zona leste. Na outra quinta (20) é a vez da cozinheira Marlene, dona de um restaurante em Parelheiros, na zona sul. Ela utiliza alimentos orgânicos cultivados pelos pequenos agricultores do bairro. Os últimos participantes do mês são os proprietários da padaria Ateliê Sustenta Capão, do extremo sul da cidade. 

Ouça: