Você está aqui: Página Inicial / Ambiente / 2012 / 02 / Petrobras confirma vazamento na bacia de Santos

Petrobras confirma vazamento na bacia de Santos

Foi a terceira ocorrência em menos de um mês
por Vitor Abdala, da Agência Brasil publicado 24/02/2012 12h01, última modificação 24/02/2012 12h02
Foi a terceira ocorrência em menos de um mês

Rio de Janeiro – A Petrobras confirmou o terceiro vazamento de óleo em menos de um mês. Desta vez, cerca de 70 litros de água oleosa vazaram da plataforma Cidade de Santos, no Campo de Uruguá, na Bacia de Santos, no último dia 18.

De acordo com a estatal, a plataforma é operada pela empresa Modec, que imediatamente informou o ocorrido à Petrobras e à Marinha. Dois barcos e uma aeronave foram mobilizados para a contenção do acidente e, ao final do dia, já não há mais vestígios da água oleosa que vazou, segundo a Petrobras.

No final de janeiro, um volume equivalente a 160 barris de petróleo vazou de uma tubulação, durante o teste de longa duração na área de Carioca Nordeste, também na Bacia de Santos. Cerca de duas semanas depois, um novo vazamento foi registrado, desta vez na plataforma P-43, na Bacia de Campos.

Segundo o diretor de Tecnologia e Inovação do Instituto de Pós-Graduação em Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Coppe), Segen Estefen, com o aumento do número de operações no pré-sal brasileiro cresce também os riscos de acidentes com petróleo no país.

“O Brasil hoje tem que buscar excelência na proteção ambiental. Da mesma forma que desenvolvemos tecnologia de ponta [na exploração e produção de petróleo], temos que mirar nossos esforços na proteção ambiental, de uma forma mais ampla”, disse.

Para Estefen, é preciso aumentar a confiabilidade dos equipamentos e dos procedimentos. Ele defende que seja criado um centro de monitoramento e de prevenção de acidentes, a ser composto por universidades de todo o país.