Você está aqui: Página Inicial / Economia / 2009 / 09 / Receita abre no dia 8 consulta a lote de restituição do Imposto de Renda

Receita abre no dia 8 consulta a lote de restituição do Imposto de Renda

Parte dos R$ 399,9 milhões que serão liberados se destinam aos contribuintes do quarto lote de restituições de 2009. A Receita também paga os contribuintes do lote residual de 2008
por Wellton Máximo publicado 03/09/2009 19h14, última modificação 03/09/2009 19h14
Parte dos R$ 399,9 milhões que serão liberados se destinam aos contribuintes do quarto lote de restituições de 2009. A Receita também paga os contribuintes do lote residual de 2008

Brasília - A Receita Federal abre, na próxima terça (8), consulta a um lote de restituição do Imposto de Renda que abrangerá contribuintes incluídos no quarto lote de 2009 e pessoas físicas que estavam na malha fina do ano passado. Ao todo, 381 mil contribuintes foram beneficiados com restituição.

Para as declarações de 2009 (ano-base 2008), a Receita pagará R$ 386,4 milhões a 376,5 mil contribuintes. A correção será de 4,01%, correspondente à variação da taxa Selic entre maio e setembro. Desse total, 15 mil pessoas físicas têm pelo menos 65 anos e tiveram prioridade no recebimento por causa do Estatuto do Idoso.

Em relação ao lote residual de 2008, a Receita pagará R$ 13,5 milhões a 5,3 mil contribuintes. A correção será de 16,08%, equivalente à taxa Selic de maio de 2008 a setembro deste ano.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na internet (www.receita.fazenda.gov.br) ou ligar para o número 146. O dinheiro será depositado na conta dos contribuintes no dia 15.

Se a restituição não for creditada, o contribuinte poderá ir a qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para os telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (deficientes auditivos). Nesse caso, será necessário agendar o depósito em conta-corrente ou poupança de qualquer banco, desde que esteja em nome do contribuinte.

Fonte: Agência Brasil