Tag: cleber buzatto

vitória

Mudanças na MP 870 fortalecem o movimento indígena, avalia Cimi

Votação final da Medida Provisória 870, na Câmara, devolveu a Funai à jurisdição do Ministério da Justiça
Direitos ameaçados

Cimi denuncia invasões de terras indígenas em Rondônia

Posto de Vigilância da Funai foi incendiado na região, que sofre com exploração ilegal de madeira e grilagem de terra com loteamento dentro da Terra Indígena Karipuna

Deputada ruralista manda prender advogado que pedia CPI do genocídio indígena no MS

O advogado Rogério Batalha Rocha, do Coletivo Terra Vermelha, foi agredido, nesta quinta-feira (24/09), pelo segurança José Emílio da Assembleia Legislativa do Mato Grosso do Sul, que tentou prendê-lo. A ordem partiu do presidente da Casa, Junior Mochi, do PMDB, a pedido da deputada Mara Caseiro, do PT do B. Rogério estava entre os 200 manifestantes que protestavam contra a instauração da Comissão Parlamentar de Inquérito do Conselho Indigenista Missionário – Cimi, e pediam a CPI do genocídio indígena. Em 12 anos 390 indígenas foram assassinados na região. Reportagem Marilu Cabañas.

Bebê é atingido por bala de borracha em ação paramilitar contra Guarani-Kaiowá

Fazendeiros do município de Antônio João, em Mato Grosso do Sul, agem à revelia do estado democrático de direito e estão implementando uma ação paramilitar contra os povos indígenas da região, especialmente os guarani-kaiowá. Nesse conflito até um bebê foi alvejado por um tiro de bala de borracha. A denúncia é do secretário-executivo do Conselho Indigenista Missionário, Cleber Buzatto, após o assassinato do indígena Semião Vilhalva, de 24 anos, do tekohá Ñanderú Marangatú, no último domingo (29/08). Reportagem Marilu Cabañas. Foto: Cimi.

Indígenas protestam em Brasília e esperam que Dilma retome demarcações de terras

Cerca de 100 lideranças dos povos indígenas dos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul fizeram um ato nesta segunda-feira (11/08), em frente ao Palácio do Planalto, em Brasília, para cobrar a retomada das demarcações de terras. Nesse momento de crise política o governo federal deve fortalecer os setores populares, que são capazes de fazer frente ao golpe em curso patrocinado pela direita brasileira, senão ficará inviável o apoio à presidenta Dilma. A opinião é de Cleber Buzatto, secretário-executivo do Conselho Indigenista Missionário, que concedeu entrevista à repórter Marilu Cabañas. Foto: Cleber Buzatto.

Povos indígenas esperam que STF reverta decisão sobre terra ocupada

Decisões da 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal referentes às comunidades indígenas Terena e Guarani-Kaiowá, do Mato Grosso do Sul, e Canela-Apãniekra, do Maranhão, são contestadas pela Advocacia-Geral da União e pelo Conselho Indigenista Missionário. O Cimi espera reverter essas decisões no plenário do STF por considerá-las restritivas ao conceito de terra tradicionalmente ocupada, previsto no artigo 231 da Constituição Federal. Reportagem Marilu Cabañas. Foto: Rosa Gauditano.

Declarações de Kátia Abreu devem potencializar protestos indígenas

Logo após assumir o cargo de ministra da Agricultura, a ex-senadora Kátia Abreu, deu declarações que ofenderam os indígenas, segundo o secretário-executivo do Conselho Indigenista Missionário, Cleber Buzatto. Ele afirma que as declarações da ministra devem potencializar os protestos de comunidades indígenas. Reportagem Marilu Cabañas. Foto: Rosa Gauditano.

última notícias

Mais Lidas