direita e direita

No Rio, Eduardo Paes (DEM) e Crivella (Republicanos) seguem para o segundo turno

O ex-prefeito da capital Eduardo Paes (DEM) teve 37% dos votos válidos, enquanto o segundo colocado, Crivella (Republicanos), 21,86%

divulgação
A votação no segundo maior colégio eleitoral do Brasil teve 270 urnas substituídas durante o dia

São Paulo – Após 30,11% das urnas apuradas, seguem para o segundo turno da disputa pela prefeitura do Rio Eduardo Paes (DEM) e Marcelo Crivella (Republicanos). O ex-prefeito da capital tinha 37,39% dos votos válidos, enquanto o atual prefeito e candidato à reeleição, 20,9%.

A votação de Paes confirmou a tendência observada por institutos de pesquisas. Suas intenções de votos ficaram em 40%, na média, no último mês, em diferentes pesquisas. Benedita da Silva (PT) aparece em terceiro, com 11,67%, Marta Rocha 11,4%.

A votação no segundo maior colégio eleitoral do Brasil teve 270 urnas substituídas durante o dia de votação. A cidade também registrou ações ilegais de boca de urna. Cinco pessoas foram detidas por distribuir santinhos e panfletos próximos aos locais de votação, prática proibida pela legislação eleitoral.

Voto do presidente

O presidente Jair Bolsonaro votou por volta das 10h na Vila Militar, zona Norte do Rio. Antes de chegar à sua seção, Bolsonaro caminhou pelos bairros sem máscara e provocou aglomerações. O presidente, novamente, desrespeitou regras sanitária básicas de proteção contra o coronavírus.

Colégio eleitoral

A cidade do Rio de Janeiro é o segundo maior colégio eleitoral do Brasil, atrás de São Paulo, com 4.851.887 pessoas aptas a votar. A capital carioca, que já foi capital do Brasil, tem 455 anos de história e uma economia pujante. Com quase 7 milhões de habitantes, a economia é diversificada, incluindo setores como turismo, tecnologia, naval e serviços.