Reforma agrária

MST inaugura novo Armazém do Campo, no Pelourinho

Inauguração, com show de Margareth Menezes, consolida o Armazém como maior rede de oferta de produtos da reforma agrária no Brasil

Arquivo RBA
Arquivo RBA
Para a organização, a ocupação de terras, as marchas e as pressões levam à consolidação da produção de alimentos saudáveis para toda a população, no campo e na cidade

São Paulo – O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) inaugura neste sábado (11) uma unidade da rede Armazém do Campo no Pelourinho, em Salvador. A festa de inauguração, com presença de Margareth Menezes e outros artistas e apoiadores, consolidação a maior rede de produtos da reforma agrária do Brasil.

A inauguração concretiza a expansão da venda dos produtos da agricultura familiar camponesa. Para o movimento, o Armazém tornou-se também espaço de encontro da classe trabalhadora do campo e da cidade.

“O Armazém do Campo será um espaço para compartilhar sonhos e comida de qualidade. Chegar no Pelourinho significa o fortalecimento das famílias sem terra da Bahia. Significa a nossa inserção no cenário cultural da cidade. E com a mensagem de que a reforma agrária é política fundamental para o povo brasileiro”, afirma Júlia Lopes, coordenadora da loja em Salvador.

A rede, que teve início há cinco anos, já conta com 38 pontos de comercialização dos produtos da agricultura familiar camponesa produzidos nos acampamentos e assentamentos do MST, presentes nas principais capitais e em todas as grandes regiões do país.

Bolsonaro prevê R$ 0,002 para cada um dos 33 milhões de brasileiros que passam fome

De acordo com a organização, as projeções para a rede têm como base a expansão da produção dos frutos da luta por reforma agrária popular.

Durante o evento, o MST vai expor as estratégias de produção e distribuição de alimentos frente ao desmonte das políticas de apoio à agricultura familiar. Setor este que, mesmo responsável pela maior parte dos alimentos presentes na mesa do povo brasileiro, enfrenta um momento da conjuntura onde a fome e o acesso à alimentos saudáveis fazem parte das emergências da classe trabalhadora do Brasil.

Segundo a organização, o ato inaugural culminará com a chegada dos integrantes da 6ª Feira Estadual da Reforma Agrária, que será realizada até a manhã deste sábado na Praça da Piedade, em Salvador. O Armazém do Campo soteropolitano tem sede na rua Santa Izabel, 3, no Centro Histórico.


Leia também


Últimas notícias