Essenciais

‘Orgulho LGBTQIA+ é o orgulho nacional’, defende o ministro Silvio Almeida

O governo Lula anunciou uma série de medidas protetivas para marcar o dia do orgulho LGBTQIA+, celebrado hoje (28)

Tânia Rêgo/Arquivo Agência Brasil
Tânia Rêgo/Arquivo Agência Brasil
"A população LGBTQIA+. É parte fundamental do Brasil."

São Paulo – O governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) anunciou uma série de medidas protetivas à população LGBTQIA+. Hoje (28) o mundo celebra o dia do orgulho destes grupos. Uma das medidas, assinada pelo próprio presidente, é o pacto “10 compromissos para proteção de direitos das pessoas LGBTQIA+”. Além disso, o Planalto ficou iluminado com as cores do arco-íris. O governo também assinou outras medidas relacionadas a políticas públicas.

“Precisamos gostar de sermos brasileiros. Precisamos entender que há populações que precisam fazer parte fundamental do processo de reconstrução dos nossos valores. Incluo, é preciso que isso seja dito, a população LGBTQIA+. É parte fundamental do Brasil. São brasileiros, se o país não entender isso, não seremos um país”, destacou o ministro dos Direitos Humanos e da Cidadania, Silvio Almeida.

Outros anúncios do governo especiais para o dia foram: cartilha com informações para enfrentar a violência contra mulheres LGBTs, selo dos Correios em homenagem ao “Orgulho LGBTQIA+”, edital do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) para seleção de projeto e inclusão da comunidade trans e travesti no meio digital e chamamento para boas práticas de empregabilidade de pessoas LGBTQIA+.

Orgulho de ser LGBTQIA+

O ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Paulo Pimenta, destacou a relevância das medidas. Para além disso, reforçou a importância de um governo que atua abertamente contra qualquer forma de discriminação. “As iniciativas são uma forma concreta de promover os direitos das pessoas LGBTQIA+. Então, construir um país mais inclusivo é o desafio de todos nós”, disse.

Então, Silvio completou, ao dizer que “o orgulho LGBTQIA+ é o orgulho nacional”. “É o orgulho de ser brasileiro. Se não pudermos ter orgulho de parte fundamental da nossa população, se não reconhecermos essa parte tão importante da nossa população, nós, brasileiros, não poderemos superar nossas mazelas históricas”, finalizou.



Leia também


Últimas notícias