Nome limpo

Renegociação do Fies já beneficia mais de 70 mil brasileiros. Prazo vai até maio

Descontos em dívidas do Fies chegam a 99%. O programa “Desenrola Fies” atende desde 7 de novembro, com todo o procedimento facilitado de forma virtual

arquivo/EBC
arquivo/EBC
É importante lembrar que o programa ainda vai até maio de 2024 e muitos brasileiros formados terão a oportunidade de quitar o Fies

São Paulo – O programa de renegociação do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) já beneficiou mais de 70 mil brasileiros. A iniciativa do governo Luiz Inácio Lula da Silva (PT) visa livrar jovens e adultos com dívidas estudantis. Para isso, oferece descontos que chegam a 99% da dívida ativa, além de 100% de juros e multa. O programa “Desenrola Fies” atende desde 7 de novembro, com todo o procedimento facilitado de forma virtual.

O programa ainda vai até maio de 2024. Com isso, muitos brasileiros formados terão a oportunidade de quitar o Fies e, assim, prosseguir nos estudos, ou mesmo livrar o orçamento. De acordo com o Ministério da Educação (MEC), até o momento, mil pessoas foram contempladas com descontos de 99%, 42 mil receberam 92% de abatimento, 26 mil conseguiram 77% e 900 tiveram 12% de desconto.

As renegociações contemplam contratos celebrados até 2017 e com inadimplência em 30 de junho de 2023. São mais de 1,2 milhão de brasileiros que se enquadram nesses critérios. “A sensação é de alívio, porque é uma coisa que demoraria anos para eu poder conseguir regularizar. E foi em 10 minutos pelo aplicativo”, afirma o engenheiro civil Guilherme Rodrigues, de Brasília. Primeiro de sua família a se formar, ele afirma ver no programa “algo que abre um leque de possibilidades”. “Eu planejo um futuro, quero me casar, comprar casa, carro e você fica preso por causa do nome negativado”, acrescenta.

Risco de golpes

Advogado especialista em direito estudantil, Danilo Henrique Machado alerta para o risco de golpes durante esse processo. Ele concedeu entrevista à Agência Senado sobre o tema. “Como os golpistas estão fazendo? Criam perfis falsos, sites falsos. A pessoa entra, acha que é o site do governo e lá realiza o pagamento que vai direto para a conta dos golpistas”, afirma.

Assim, vale toda a atenção na hora de realizar a renegociação. “A pessoa deve entrar no site do governo. Lá mesmo, vai aparecer as opções de renegociações; em quantas vezes pode refinanciar, porcentagem de abatimento. O desconto chega a até 99% da dívida. Os cofres públicos estão com inadimplência na casa de R$ 54 milhões. Na tentativa de reaver isso, fazem renegociações para que as pessoas paguem parte, mesmo que seja mínimo”, acrescenta Machado.

Caso a pessoa identifique alguma fraude, o advogado explica o que fazer. “A primeira orientação é buscar os canais oficiais de informação. Telefone, site, e-mail. E também denuncie essa tentativa de golpe em delegacias próximas. Trata-se de um golpista que quer vantagem ilícita. Se a pessoa receber qualquer e-mail, desconfie. Então, o Fies não entra em contato através de e-mail, é no próprio site.”


Leia também


Últimas notícias