Home Trabalho Metalúrgico Sérgio Nobre será novo presidente da CUT
Nova Direção

Metalúrgico Sérgio Nobre será novo presidente da CUT

Chapa única eleita por aclamação no 13º Congresso da CUT terá ainda trabalhadora rural Carmen Foro como secretária-geral
Publicado por Paulo Donizetti de Souza, da RBA
14:03
Compartilhar:   
Jordana Mercado/CUT

Sérgio Nobre presidiu o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, foi secretário-geral da CUT e presidirá a central pelos próximos 4 anos

Praia Grande (SP) – O metalúrgico Sérgio Nobre, paulistano, 54 anos, foi escolhido na tarde desta quinta-feira (10) para a presidência da CUT nos próximos quatro anos. Atual secretário-geral, ele encabeça a chapa única inscrita no 13º Concut, o congresso nacional da central, em Praia Grande, litoral paulista.

A secretária-geral será Carmen Foro, atual vice, do setor rural.Nos dois últimos mandatos, a presidência foi ocupada pelo bancário Vagner Freitas, que sucedeu o eletricitário Artur Henrique. Antes dele, o também metalúrgico Luiz Marinho estava no cargo, até assumir um ministério no governo Lula, em 2005. Vagner Freitas será agora o vice-presidente da central.

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a campanha por sua liberdade foram temas presentes durante os quatro dias do congresso. A central também discute alternativas para fortalecer as entidades sindicais em tempos de ataque a direitos e sob um governo hostil a movimentos sociais.

Leia também
Nova direção, mesma luta: CUT promete para dia 30 grande ato contra atual política econômica
É possível reverter desmonte de direitos trabalhistas, afirma Dilma no congresso da CUT
• Em carta, Lula defende luta democrática para superar ‘tragédia Bolsonaro’
• Democracia deve ser ‘luta prioritária’ para a próxima direção da CUT, afirma dirigente
‘Inteligência artificial fez um burro chegar à presidência da República’, diz secretário da CSI

Nascido em março em 1965 em São Paulo, Sérgio Nobre mora há mais de 35 anos em São Bernardo do Campo, no ABC paulista. Tornou-se metalúrgico em 1980, como aprendiz do Senai na Scania, também em São Bernardo. Seis anos depois, ingressou na Mercedes-Benz. Ali, foi integrante da Cipa e da Comissão de Fábrica, que também coordenou.

Diretor do Sindicato dos Metalúrgicos, elegeu-se presidente em 2008 e foi reeleito em 2011. Na CUT, tornou-se secretário-geral. Ele é um dos 38 sócios-fundadores do Instituto Lula.

Sérgio Nobre é palmeirense, assim como dois ex-presidentes da CUT: Jair Meneguelli e Artur Henrique. É casado e tem dois filhos. Graduou-se em Relações Internacionais pela Fundação Santo André em 2009.

Jordana Mercado/CUT

O bancário Vagner Freitas será vice. A trabalhadora rural Carmen Foro (al lado de Dilma na abertura do 13º Cecut), ocupará a secretaria-geral, segundo posto mais importante da diretoria executiva (fotos: Jordana Mercado/CUT)

Roberto Parizotti/CUT

A chapa única foi acolhida por aclamação (Roberto Parizotti/CUT)