Home Trabalho Ford, São Bernardo: na produção do último carro, trabalhadores se despedem da linha de montagem
Fim

Ford, São Bernardo: na produção do último carro, trabalhadores se despedem da linha de montagem

Segundo metalúrgico, fábrica encerrou ontem a atividade no setor de veículos. Por enquanto, ficam ainda os caminhões
Publicado por Vitor Nuzzi, da RBA
19:32
Compartilhar:   
Reprodução/Facebook

Fim de uma era: metalúrgicos se despedem da linha de produção do Fiesta. Empresa começou a produzir em São Bernardo em 1967

São Paulo – “Ontem foi o último dia de produção da fábrica de carros na Ford, onde se produzia o New Fiesta. Esses companheiros da foto são símbolos da luta operária, gente que o Brasil merece, dignos, combativas, generosos, solidárias, unidos, amorosas……. Viva essa companheirada da Ford, imensas metalúrgicas e metalúrgicos do ABC.” Com essa postagem, às 18h18 desta sexta-feira (14), dia de greve geral no país, que incluiu as montadoras, o presidente do Instituto Trabalho, Indústria e Desenvolvimento (TID-Brasil), Rafael Marques, ex-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC e funcionário da própria Ford de São Bernardo do Campo, registrou, discretamente, o simbólico encerramento da fabricação de veículos no local, 52 anos depois do início da produção – a montadora adquiriu a Willys Overland em 1967.

Em fevereiro, a Ford anunciou o encerramento, até final deste ano, das atividades da fábrica instalada no bairro do Taboão, em São Bernardo. Representantes dos metalúrgicos chegaram a ir aos Estados Unidos conversar com a direção mundial da empresa, que manteve sua decisão. Começaram, então, negociações para a venda da fábrica, a fim de preservar ao menos parte da produção e dos 4.300 empregos, garantindo ainda um processo de requalificação dos funcionários. Desde 2001, a unidade passou a produzir também caminhões, que antes saíam do bairro do Ipiranga, na capital paulista.

Em março, em entrevista, Rafael lembrou que os trabalhadores há anos cobravam a empresa sobre a necessidade de desenvolver novos produtos na fábrica do ABC, onde ultimamente – excluídos os caminhões – só era produzido o New Fiesta. Daquela linha de montagem, saíram modelos como o utilitário Rural, o Maverick, Pampa, Escort e Ka, entre outros. Mas neste ano a Ford decidiu fechar tudo, concentrando sua atividade de veículos na fábrica de Camaçari (BA), inaugurada em 2001, de onde saem duas versões do Ka e o EcoSport.

Leia mais

Metalúrgicos da Ford no ABC começam a discutir seu futuro

Ford confirma saída de São Bernardo. Metalúrgicos insistem em negociação

Erros da Ford são alerta para o futuro da indústria brasileira