Você está aqui: Página Inicial / Trabalho / 2017 / 09 / Centrais fazem ato em defesa dos servidores e serviços públicos nesta 6ª feira

mobilização

Centrais fazem ato em defesa dos servidores e serviços públicos nesta 6ª feira

Protesto contra as medidas do presidente Michel Temer que atacam direitos dos trabalhadores será realizado na Praça da República, centro de São Paulo, a partir de 17h
por Redação RBA publicado 14/09/2017 18h20
Protesto contra as medidas do presidente Michel Temer que atacam direitos dos trabalhadores será realizado na Praça da República, centro de São Paulo, a partir de 17h
roberto parizotti / cut
douglas izzo2.jpg

Douglas Izzo: 'Vamos alertar a população sobre o desmonte do serviço público aqui em São Paulo'

São Paulo – As centrais sindicais CUT, CTB, Força Sindical, Nova Central, Intersindical e Pública realizam nesta sexta-feira (15) um ato unificado em defesa dos servidores e do serviço público de São Paulo, na Praça da República, a partir das 17h.

A atividade faz parte do calendário de lutas das centrais e demais entidades sindicais do serviço público que, na última reunião do Fórum do Funcionalismo Público de São Paulo, no início deste mês, aprovaram também uma paralisação do conjunto dos servidores no dia 27 de outubro.

Presidente da CUT-SP, Douglas Izzo destacou que, diante da atual conjuntura, com o congelamento dos investimentos públicos por 20 anos, privatizações e a reforma Trabalhista - que entra em vigor a partir de novembro -, é fundamental a unificação da luta. “Conseguimos reunir a maior parte das entidades representativas do serviço público. Isso é importante não apenas para o fortalecimento da luta dos servidores, mas também na defesa da população que depende do serviço público e sofrerá com a falta de investimento na saúde, educação, transporte e segurança.”

“Vamos alertar a população sobre o desmonte do serviço público aqui em São Paulo, seja no âmbito municipal, estadual ou federal”, completou Izzo.

Calendário de lutas

Confira o calendário de lutas em defesa do funcionalismo público no estado de São Paulo, que culminará com um dia de paralisações e uma grande manifestação, na capital paulista, no dia 27 de outubro, véspera do dia do Servidor Público.

15/09, às 17h – ato unificado na Praça da República, logo após assembleia da Apeosesp.

2 a 13/10 – realização de audiências e aulas públicas pelo estado de São Paulo sobre a importância do serviço público.

16 a 20/10 – “esquenta” da paralisação com panfletagens pelo estado.

27/10 – paralisações dos servidores com ato público unificado.