Home Trabalho Para médica, estresse no trabalho pode ser evitado pela negociação
atuação sindical

Para médica, estresse no trabalho pode ser evitado pela negociação

Segundo pesquisadora da Fundacentro Maria Maeno, pressão para cumprir metas atinge não só espaço laboral, mas aspectos sociais da vida do trabalhador
Publicado por Redação RBA
08:58
Compartilhar:   
Creative Commons
estresse

A cobrança por envio de mensagens e lembretes aumenta a pressão entre os próprios funcionários

São Paulo – A fixação de metas a serem atingidas em empresas é uma das principais causas do estresse no ambiente de trabalho. De acordo com a médica pesquisadora da Fundacentro Maria Maeno, a negociação desses objetivos por meio dos sindicatos é uma das formas mais eficazes para evitar a pressão.

A redução do quadro de funcionários das empresas faz com que cada trabalhador tenha suas funções aumentadas, o que acarreta um ritmo mais intenso para quem fica, aponta a pesquisadora. Além de cumprir a jornada, destaca, a maioria das pessoas também trabalha fora do expediente para cumprir metas, abrindo mão de eventos familiares e sociais.

O uso de métodos de cobrança como o envio de mensagens e lembretes também aumenta a pressão entre os próprios funcionários. “No caso do comércio, muitas vezes os trabalhadores prolongam informalmente suas jornadas e acabam disputando os clientes com os colegas”, aponta.

A médica ainda ressalta que estratégias adotadas pela gestão, como a ginástica laboral, não reduzem a tensão no ambiente de trabalho. “A ginástica acaba sendo mais uma obrigação para o trabalhador que tem que continuar cumprindo suas metas.”

Ouça a coluna Saúde do Trabalhador, com Maria Maeno, na Rádio Brasil Atual.

registrado em: , ,