Você está aqui: Página Inicial / Trabalho / 2013 / 11 / TST sugere acordo de dois anos na EBC, e trabalhadores vão avaliar proposta

Fim da greve?

TST sugere acordo de dois anos na EBC, e trabalhadores vão avaliar proposta

Empresa pagaria reajuste com base no IPCA neste ano e no próximo, com aumentos reais
por Redação RBA publicado 19/11/2013 17h54, última modificação 19/11/2013 19h33
Empresa pagaria reajuste com base no IPCA neste ano e no próximo, com aumentos reais

 

São Paulo – Trabalhadores da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), em greve há duas semanas, decidem amanhã (20) se aceitam proposta apresentada hoje durante audiência de conciliação no Tribunal Superior do Trabalho (TST). Segundo o vice-presidente do TST, ministro Barros Levenhagen, o acordo teria validade de dois anos, com reajustes pelo IPCA-IBGE em cada data-base (1º de novembro). Além da reposição, haveria aumento real de 0,5% este ano e de pelo menos 0,75% no ano que vem. A categoria fará assembleias no início da tarde desta quarta-feira.

Pela proposta de acordo, os benefícios do acordo coletivo seriam reajustados com base no índice oficial de inflação, sem ganho real. Também haveria a inclusão de uma comissão de empregados, sem garantia de emprego. Metade dos dias parados seria abonada e a outra metade, compensada.

Segundo o TST, o ministro chegou a sugerir que o diretor de Administração e Finanças da EBC, Alexandre Assumpção Ribeiro, que ligasse para a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, para tentar aumentar o índice de aumento real. Levenhagen propôs 1,25% agora e 1,25% em 2014, mas a empresa não aceitou.

 

registrado em: ,