Você está aqui: Página Inicial / Trabalho / 2012 / 05 / Osasco: motoristas de ônibus decretam greve em algumas garagens

Osasco: motoristas de ônibus decretam greve em algumas garagens

por Redação da RBA publicado , última modificação 24/05/2012 09h01

São Paulo – Motoristas de ônibus de Osasco e região decidiram em assembleia entrar em greve a partir de amanhã (24). A categoria protesta contra a mudança nos horários de almoço em algumas companhias e cobra melhorias salariais.

Empresas da cidade aumentaram de 25 minutos para uma hora o intervalo no meio do expediente, mas deixaram de remunerá-lo. Os profissionais querem manter o regime anterior – menor, mas remunerado – e também exigem reajuste salarial de, no mínimo, 10%. As companhias, dizem, querem pagar apenas 7%.

“Devem parar três ou quatro garagens das 14 que temos em nossa base”, afirma o tesoureiro do Sindicato dos Condutores de Osasco e Região (Sincovero), Veralmir Leite Pereira. “Em Osasco, porém, 100% dos trabalhadores devem aderir à greve.”

Segundo o sindicalista, cerca de 5 mil motoristas atendem às linhas de ônibus da cidade, localizada na região metropolitana de São Paulo. As empresas alvo do protesto são as viações Urubupungá e Osasco. De acordo com o dirigente, um motorista recebe aproximadamente R$ 1,7 mil ao mês para cumprir uma jornada de sete horas e 20 minutos diárias, trabalhando em regime de revezamento – sete dias de serviço para um de descanso.

registrado em: , , ,