Você está aqui: Página Inicial / Trabalho / 2012 / 05 / Metroviários e ferroviários de cinco capitais se reúnem hoje com CBTU

Metroviários e ferroviários de cinco capitais se reúnem hoje com CBTU

Reunião foi convocada no Rio de Janeiro pela direção da empresa. Trabalhadores esperam avanço nas negociações
por Redação da RBA publicado 18/05/2012 11h28, última modificação 18/05/2012 11h47
Reunião foi convocada no Rio de Janeiro pela direção da empresa. Trabalhadores esperam avanço nas negociações

São Paulo – Os sindicatos de metroviários de Belo Horizonte e Recife e de ferroviários de João Pessoa, Maceió e Natal vão se reunir com a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) às 14h de hoje (18). A reunião foi convocada pela própria empresa para negociar sobre as paralisações, que ocorrem desde a última segunda-feira. Contudo, as greves se mantêm, e a circulação de trens funciona em escala mínima somente em horário de pico, seguindo ordem judicial.

Segundo Paulo Roberto Pasin, presidente da Federação Nacional dos Metroviários (Fenametro), os representantes das entidades estão no Rio de Janeiro - onde fica a sede da CBTU, para a tentativa de encontrar uma solução para os estados. Com o encontro inesperado algumas das capitais, como Belo Horizonte, anteciparam as assembleias com os trabalhadores para decidir os rumos da mobilização para amanhã (19). Na próxima segunda haverá também audiência de conciliação no Tribunal Regional do Trabalho da 3º Região em MG.

Entre as reivindicações conjuntas das duas categorias estão 5,13% de reposição da inflação acrescido de 10% de aumento real, plano de carreira, Participação nos Lucros e Resultados (PLR), plano de saúde integral, adicional noturno de 50% e gratificação por passageiro transportado. O movimento grevista começou em protesto contra a postura da empresa - controlada pelo Ministério das Cidades - em decidir por reajuste zero este ano.

Procurada, a assessoria da CBTU não se posicionou sobre o andamento das negociações com os sindicatos. Além dos cinco estados, outras duas capitais podem aderir à greve. Os metroviários de Porto Alegre decidiram ontem (17) em assembleia realizar paralisação por 24 horas na próxima segunda-feira (21). Já em São Paulo, a categoria deliberou estado de greve e ameaça parar na terça (23).

registrado em: , ,