Você está aqui: Página Inicial / Trabalho / 2012 / 05 / Metalúrgicos querem Fazenda e Petrobras contra queda na produção de veículos

Metalúrgicos querem Fazenda e Petrobras contra queda na produção de veículos

Preocupação com a queda na produção de veículos e consequentes demissões na cadeia automotiva mobilizam trabalhadores do setor
por Redação da RBA publicado , última modificação 10/05/2012 12h13
Preocupação com a queda na produção de veículos e consequentes demissões na cadeia automotiva mobilizam trabalhadores do setor

São Paulo – Após reunião do Conselho de Competitividade do Setor Automotivo, ontem (9), em Brasília, o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Sergio Nobre, afirmou que está agendando encontro com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, e com a Petrobras para discutir os problemas do setor. 

O sindicalista vai pedir ao ministro Mantega a intervenção do governo federal para destravar o crédito a financiamento de veículos. Segundo o sindicato, as financiadoras estão dificultando o acesso a financiamento para a compra de carros, aumentando as exigências e o valor da entrada. A reivindicação à Petrobras é o barateamento do combustível (diesel S-50) e do aditivo para o motor dos chamados caminhões Euro 5 (nova tecnologia que se tornou obrigatória a partir deste ano porque reduz a emissão de poluentes, porém, eleva o preço do veículo em 15% ), além da ampliação da rede de distribuição e abastecimento.

Para Nobre, “tem de se debruçar sobre esses dois temas: destravamento do crédito e uma política específica para caminhões com motor Euro 5." Na reunião, o dirigente sindical alertou os membros do Conselho para a necessidade urgente de mudança no cenário atual que mostra queda na produção e aumento dos estoques nas montadoras, o que podem resultar em demissões no setor. O Conselho Automotivo é formado por representantes do governo, das indústrias e dos trabalhadores. 

As montadoras Volkswagen, Mercedes-Benz, Ford e Scania já começaram a adotar redução de jornada e paralisações esporádicas para diminuir estoques.