Você está aqui: Página Inicial / Trabalho / 2012 / 04 / Ministra garante que governo federal não intervirá nas greves de Jirau e Santo Antônio

Ministra garante que governo federal não intervirá nas greves de Jirau e Santo Antônio

por Rádio Brasil Atual publicado 02/04/2012 10h24, última modificação 02/04/2012 12h04

São Paulo – A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, afirmou que o governo federal não deve intervir diretamente na greve dos trabalhadores nas usinas de Jirau e Santo Antônio, no Rio Madeira, em Rondônia – as obras estão entre as mais importantes do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC), na avaliação do próprio governo. “Esse é um conflito trabalhista entre a empresa que está construindo e os trabalhadores”, disse.

Trabalhadores da obra para a construção das hidrelétricas reivindicam desde o começo do mês melhores condições de salário, aumento no valor da cesta básica e plano de saúde. Ao lado de Belo Monte, no Pará, igualmente em greve desde a semana passada, Jirau e Santo Antônio são as maiores usinas em construção no país. Nos três empreendimentos trabalham cerca de 35 mil operários.

Por sua vez, o presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT),  Artur Henrique, considera que a paralisação dos operários é legítima, independentemente de acordos que tenham sido firmados anteriormente entre a empresa e o sindicato. “Porque houveram acordos anteriores, isso não quer dizer que nunca mais posso reivindicar. Nós estamos fazendo greve pelo aumento de salário.O compromisso é para melhorar as condições de trabalho”, ressaltou.

Confira a  reportagem da Rádio Brasil Atual.

 

 

registrado em: , , ,