Você está aqui: Página Inicial / Trabalho / 2012 / 04 / Governo lança plano para reduzir doenças e acidentes no trabalho

Governo lança plano para reduzir doenças e acidentes no trabalho

por raoniscan publicado , última modificação 27/04/2012 17h52

São Paulo – O governo federal lançou hoje (27), em Brasília, o Plano Nacional de Saúde e Segurança no Trabalho (Plansat) que terá uma atuação permanente e será composto por oito objetivos, dividido em tarefas de curto, médio e longo prazos. A iniciativa é uma ação integrada dos ministérios da Saúde, Trabalho, Emprego e Renda, e Previdência Social. “O Brasil tem crescido e um dos setores mais vibrantes é o da construção civil. Nos últimos anos tivemos um avanço, mas temos de reduzir ainda mais a quantidade de acidentes de trabalho. Esse plano, construído de forma tripartite, é um marco”, destacou o ministro do Trabalho, Paulo Roberto Pinto.

Amanhã é o Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes de Trabalho. Desde 2003, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) instituiu a data como Dia Mundial de Segurança e Saúde no Trabalho.

Para o diretor do Departamento de Segurança e Saúde no Trabalho, Rinaldo Marinho, a ação articulada entre os ministérios ajuda a dar força à causa que já existe, mas com uma atuação que ainda não é a ideal. “Essas ações também estão mais articuladas com os três ministérios. No lugar de cada um ter o seu plano setorial independente, agora, essas ações estão todas articuladas em um plano só”, disse.

De acordo com o Ministério da Previdência, uma das diretrizes do Plansat é voltada para inclusão de ensinamentos básicos sobre prevenção de acidentes no trabalho nos currículos dos ensinos fundamental e médio, tanto da rede pública como privada de ensino.

“O Plansat veio para melhorar a cada dia o nosso ambiente de trabalho. Que nós tenhamos a oportunidade de, no próximo ano, vislumbrar os efeitos desse plano com a redução no número de acidentes de trabalho. Que a gente possa ser agente de transformação e melhoria”, disse a secretária-executiva do Ministério da Previdência, Elisete Berchiol da Silva Iwai.

De acordo com a Previdência, 701.496 acidentes de trabalho foram registrados em 2010, enquanto em 2009 o total ficou em 733.365, representando uma diminuição de 4,35%. Entre 2003 e 2010, houve uma queda do registro de mortes decorrentes de acidentes no trabalho de 11,5 para cada 100 mil trabalhadores para 7,5.

A maior parte dos acidentes ocorreu na região Sudeste, onde foram registrados 378.564 em 2010. A região Sul vem logo em seguida, com 156.853 registros. Na sequência, Nordeste, com 89.485, Centro-Oeste, com 47.374, e Norte, com 29.220 acidentes notificados. 

Com informações da Agência Brasil e do Ministério da Previdência Social