Você está aqui: Página Inicial / Trabalho / 2012 / 02 / Servidores paulistanos antecipam campanha salarial

Servidores paulistanos antecipam campanha salarial

Categoria teme que as eleições municipais empurrem negociações para o ano que vem
por virginiatoledo publicado , última modificação 16/02/2012 18h30
Categoria teme que as eleições municipais empurrem negociações para o ano que vem

São Paulo - Temerosos que, com as eleições municipais deste ano, a Prefeitura de São Paulo tire ou adie as campanhas salariais de sua pauta, servidores públicos municipais anteciparam a campanha salarial de 2012, reivindicando que o prefeito Gilberto Kassab (PSD) não atrase as negociações. Caso contrário, os reajustes podem não sair até o final do ano. Na tarde desta quinta-feira (16) cerca de 100 servidores caminharam da sede da prefeitura até a rua Líbero Badaró, no centro de São Paulo, onde ficam algumas secretarias municipais.

"A gente veio até aqui para cobrar da prefeitura o calendário de negociações. Como é ano de eleição municipal, as nossas negociações têm de estar aprovadas até junho. Se não estiverem, aí só no ano que vem os nossos reajustes serão discutidos", considerou João Batista Gomes, secretário de Assuntos Jurídicos do Sindicato dos Trabalhadores na Administração Pública e Autarquias no Município de São Paulo (Sindsep).

Segundo Gomes, a pauta já está protocolada na prefeitura desde o dia 20 de janeiro, mas até agora não houve ainda indicação de que o calendário de negociações seja iniciado. Caso não haja resposta, novas mobilizações estão previstas para 28 de março.

Aproveitando a proximidade das eleições os servidores, em coro, gritavam: "Kassab, eu não me engano. Este ano você entra pelo cano".