sem controle

Covid mantém média acima de mil vítimas por dia. Ceará passa o Rio em casos

Óbitos causados pela “gripezinha” passam de 64 mil em todo o país. Ceará assume o segundo lugar em total de casos, ainda muito atrás de São Paulo, que relaxa ainda mais a quarentena a partir de segunda-feira

Alex Pazuelo/SemCom/Manaus

São Paulo – O Brasil segue com números de casos e mortes pelo coronavírus em patamares elevados, segundo boletim divulgado no início da noite de hoje (4) pelo Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde). Apenas nas últimas 24 horas foram oficialmente registrados mais 1.091 mil óbitos no país, totalizando 64.265 mil mortes pela covid-19, a doença provocada por aquel vírus.

Também foram confirmados novos 37.923 casos, o que eleva o total de registros para 1,577 milhão desde o início da pandemia, em março. O boletim deste sábado ainda indica que há 636 mil casos ativos em todo o Brasil e 876 mil pessoas já foram declaradas como recuperadas.

A “novidade” do dia foi o Ceará, que ultrapassou o Rio de Janeiro e passou a ser o segundo estado com mais casos de covid-19 no Brasil, com 120.952 registros, segundo dados do Conass. O estado fluminense vem logo atrás, com 120.440 infectados pelo coronavírus.

São Paulo lidera com grande distância dos outros dois. No estado em que o governador João Doria e o prefeito da capital, Bruno Covas, ambos do PSDB, anunciam afrouxamento da quarentena em várias cidades, já foram registrados 312.530 doentes e 15.996 mortes. Mesmo assim, a dupla de governantes segue firme em seu propósito de privilegiar as atividades econômicas, com consequências negativas já anunciadas.

(Conass/Reprodução)