Você está aqui: Página Inicial / Saúde e Ciência / 2009 / 07 / Gripe A adia volta às aulas na rede estadual de São Paulo; RJ e PR ainda aguardam

Gripe A adia volta às aulas na rede estadual de São Paulo; RJ e PR ainda aguardam

Atividades serão retomadas, a princípio, no dia 17, duas semanas depois do previsto, como prevenção da doença
por João Peres, da RBA publicado , última modificação 28/07/2009 15h20
Atividades serão retomadas, a princípio, no dia 17, duas semanas depois do previsto, como prevenção da doença

Em todo o mundo, a Organização Mundial de Saúde confirma 134.503 casos de gripe A, com 816 mortes (Foto: Sérgio Moraes/Reuters)

A Secretaria de Educação do Estado de São Paulo determinou nesta terça-feira (28) o adiamento da volta às aulas em toda a rede estadual devido à gripe A. Agora, as atividades estão previstas para serem retomadas apenas no dia 17.

Aquelas escolas que já haviam ingressado no segundo semestre devem interromper os trabalhos e retornar na mesma data estipulada para todas as 5.300 unidades, que abrigam cinco milhões de alunos.

Em todo o estado, a Secretaria de Saúde confirma 27 mortes com as sete acrescidas nesta terça, ultrapassando a metade dos casos de óbito provocados pela doença no Brasil – ao todo, são 56.

O adiamento também vale para as Escolas Municipais de Educação Infantil (EMEIs) e Escolas Municipais de Ensino Fundamental (EMEFs) da cidade de São Paulo. Também param até o dia 17 a Universidade de São Paulo (USP), a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e a Universidade Estadual Paulista (Unesp). Em Osasco, na região metropolitana da capital paulista, as escolas voltam às atividades em 3 de agosto, uma semana depois do previsto.

Mais paralisações

No Rio Grande do Sul, as aulas da rede estadual estão marcadas para reiniciar no dia 3. No entanto, uma reunião na próxima quinta-feira, dia 30, deverá decidir se a data será mantida ou não. Já no estado do Rio de Janeiro, representantes da Secretaria de Educação se reúnem nesta terça-feira (28).

No Distrito Federal as aulas da rede estadual foram adiadas para a próxima semana. Até lá, professores estão sendo orientados sobre como agir. Já nas escolas privadas as crianças voltaram no dia 27. “Temos uma estrutura e ambiente adequados, diferentes das escolas públicas. Não temos por que não iniciar as aulas. Todas as precauções fundamentadas nas orientações do Ministério da Saúde e do Ministério da Educação estão sendo tomadas”, disse Lucy Aissami, diretora pedagógica de uma escola particular de Brasília.

Nordeste

A primeira morte por Gripe A no Nordeste foi registrada na Paraíba. Um homem de 31 anos morreu durante a manhã no Hospital Universitário de João Pessoa por complicações decorrentes da gripe influenza A (H1N1).

De acordo com a secretaria, a vítima sofria de doença pulmonar crônica e teria sentido os primeiros sintomas da gripe no última dia 22. Ele deu entrada na unidade de saúde apresentando febre, corisa, dor de garganta e falta de ar.

Na Paraíba, 27 casos da gripe H1N1 foram notificados. Do total, sete foram confirmados até o momento e dois estão sob em análise. Com este caso, aumenta para 46 o número de mortos pela doença.

Com informações da Agência Brasil