Você está aqui: Página Inicial / Saúde e Ciência / 2009 / 06 / Ministério vai investir R$ 117,3 milhões em plano contra drogas

Ministério vai investir R$ 117,3 milhões em plano contra drogas

Intenção é conter a expansão do uso de substâncias tóxicas entre jovens e crianças em condições de vulnerabilidade social
por João Peres, da RBA publicado , última modificação 04/06/2009 19h05
Intenção é conter a expansão do uso de substâncias tóxicas entre jovens e crianças em condições de vulnerabilidade social

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, lança o Plano Emergencial de Ampliação do Acesso ao Tratamento e Prevenção em Álcool e outras Drogas (Foto: Elza Fiúza. Agência Brasil)

Brasília - O Ministério da Saúde lançou nesta quinta-feira (4) o Plano Emergencial de Ampliação do Acesso ao Tratamento e Prevenção em Álcool e Outras Drogas, que prevê ações para atender 108 municípios, incluindo todas as capitais. No total, os investimentos devem chegar a R$ 117,3 milhões.

O projeto prevê a criação, até dezembro de 2010, de 92 Centros de Atenção Psicossocial (CAPs), a habilitação de 68 centros já existentes e a instalação de 2.325 novos leitos psiquiátricos em hospitais de municípios com mais de 250 mil habitantes.

Com a implantação dos novos leitos e centros especiais, o Brasil irá conta com 1.394 CAPs e 4.893 leitos de atenção integral em saúde mental em todo o Sistema Único de Saúde (SUS).

De acordo com o Ministério da Saúde, o plano de emergência foi criado para reverter o atual quadro de avanço no consumo de álcool e drogas no país, principalmente, por crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social.

“Nós temos crianças e jovens consumindo álcool e droga. Daí o motivo de criar o plano emergencial: para alterar esse problema”, afirmou o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, durante cerimônia de lançamento do projeto, em Brasília.

Com informações da Agência Brasil.

registrado em: ,