Rumo ao colapso

São Paulo tem 4 mil internações por covid-19 em dois dias e bate novo recorde

Aumento de internações por covid-19 atinge 14 regiões de São Paulo. São 14.809 pessoas internadas, sendo 8.042 em enfermaria e 6.767 em UTI

GOVSP
Ocupação de UTI cresce em todo o estado e São Paulo bate recordes de pessoas internadas com covid-19

São Paulo – Em todo o estado de São Paulo foram registradas 3.995 novas internações por covid-19 nos últimos dois dias – 2.023 ontem e 1.923 hoje (25). Os números são os maiores de toda a segunda onda pandemia do novo coronavírus, inferiores apenas aos registrados em julho do ano passado. O número de pacientes internados é de 14.809, sendo 8.042 em enfermaria e 6.767 em unidades de terapia intensiva (UTI), o que representa um aumento de 14,1% em sete dias. Dados do Boletim Coronavírus mostram picos de internações por covid-19 ocorrendo em 14 das 17 regiões de saúde do estado.

Considerando apenas o número de pacientes com covid-19 internados em UTI, houve aumento de 9,8% – de 6.162 para 6.767 pessoas. O número de internações por covid-19 é o maior registrado em toda a pandemia em São Paulo. O estado chegou hoje a 70,4% de ocupação de UTI, o que o coloca na fase laranja da quarentena. Ontem (24), o governador paulista, João Doria (PSDB), anunciou um “toque de restrição” para tentar reduzir a proliferação da doença, com impedimentos à circulação de pessoas entre 23h e 5h e aumento da fiscalização contra festas e aglomerações.

Quarentenas

A Grande São Paulo também teve aumento nas internações por covid-19 e atingiu índices de ocupação de UTI de fase laranja, tendo subido de 66%, na última sexta-feira, para 70%, hoje. Na capital paulista a situação é ainda pior, com 72,1% de ocupação de UTI. Das 17 regiões do estado, 13 tiveram aumento da ocupação de UTI nos últimos sete dias.

Três regiões devem passar da fase amarela para a laranja da quarentena, na reclassificação do Plano São Paulo que será feita amanhã: Grande São Paulo, Campinas e São José do Rio Preto. Barretos deve passar da fase vermelha para a fase laranja e Franca, da fase laranja para a fase amarela. Bauru teve queda nos índices, mas permanece com mais de 90% de ocupação de UTI.

Pico de internações por covid-19 em São Paulo

Das 17 regiões de saúde do estado, 14 registram aumento na média diárias de internações. A média no estado saltou de 1.481 pessoas, na última quinta-feira (18), para 1.734 hoje. Em uma semana, o aumento foi de 17,1%. Na Grande São Paulo, a média diária de novas internações passou de 724 para 873, no mesmo período.

Na Baixada Santista, a média passou de 34 novas internações por covid-19 por dia para 43. Em Campinas, de 108 novas internações diárias, para 132. Em Presidente Prudente, a média foi de 28 para 38 internações por covid-19 por dia.

O governo Doria ainda avalia se novas variantes do novo coronavírus podem ser responsáveis por esse pico de internações. Já há registros da variante de Manaus e da variante britânica circulando no estado.

O gráfico das internações por covid-19 em São Paulo mostra um pico nos últimos dias

Casos e mortes por covid-19

O número de novos casos de covid-19 em São Paulo cresceu 9,4% na última semana, ficando em torno de 12 mil registros positivos por dia, nos últimos três dias. O número de mortes também cresceu: 9%. Nos últimos três dias, o indicador ficou acima de 300 mortes diárias.


Leia também


Últimas notícias