pandemia

Grande São Paulo e mais cinco regiões passam para fase amarela da quarentena

Doria utiliza melhora ainda incipiente da pandemia em São Paulo para mudar regiões para a fase amarela, laranja e vermelha da quarentena a partir de amanhã

reprodução
Novo faseamento da quarentena coloca seis regiões na fase amarela, oito na fase laranja e três na fase vermelha

São Paulo – O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), passou a Grande São Paulo e mais cinco regiões do estado para a fase amarela da quarentena em meio à pandemia de covid-19. Outras três regiões foram da fase vermelha para a laranja. E uma regrediu, da fase laranja para a vermelha. Os índices da pandemia no estado, no entanto, ainda apresentam melhora incipiente, sendo que o número de mortes teve crescimento de 4% na última semana, com média de 228 mortes por dia. Além disso, os dados de novas internações foram fechados ontem (4), dois dias antes do encerramento da semana epidemiológica, o que empurra os números para baixo.

Segundo o governo Doria, o principal parâmetro observado para passar seis regiões para a fase amarela foi justamente a queda nas novas internações por dia. Há quatro semanas, a média de pessoas internadas com covid-19 por dia era de 1.747. Nesta semana, a média está em 1.481. Apesar da queda, ainda é um número muito maior que o registrado nos meses de dezembro, novembro, outubro e setembro.


A taxa de ocupação de unidades de terapia intensiva (UTI) está em 67,2% no estado e 66% na grande São Paulo. No entanto, parte da redução na taxa de ocupação se deu pela abertura de leitos e não por redução do número de pacientes internados. São 5.845 pessoas internadas em UTI e 6.829 pessoas internadas em enfermarias.

Já o número de novos casos apresentou a mesma oscilação vista nas últimas cinco semanas, mantendo-se acima de 10 mil por dia desde o início de janeiro. Nesta semana, foram 10.023 casos por dia, em média, contra 11.238 na semana anterior. No entanto, o site do Seade, que disponibiliza os índices da pandemia diariamente, mostra que a média hoje é maior que a apresentada na coletiva de Doria: 10.458 novos casos por dia.

Fases da quarentena

Pela atualização de hoje do Plano São Paulo, permanecem na fase vermelha as regiões de Bauru, com 90% de ocupação de UTI, e Franca, com 84%. A região de Araraquara teve piora nos últimos dias e chegou a 85,7% de ocupação de UTI e também vai para a fase vermelha. Nesta fase, somente serviços essenciais podem funcionar.

Na fase laranja ficam as regiões de Barretos, Marília, Piracicaba, Ribeirão Preto, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, Sorocaba e Taubaté. Nesta fase todos os serviços podem funcionar, com limite de 40% de lotação. Bares e restaurantes só podem funcionar até as 20h. A partir das 22h só serviços essenciais podem funcionar.

A Grande São Paulo e as regiões de Araçatuba, Baixada Santista, Campinas, Presidente Prudente e Registro passam para a fase amarela a partir de amanhã (6). Mesmo na fase amarela, após 22h só podem funcionar os serviços essenciais. Bares e restaurantes só podem vender bebidas alcoólicas até as 20h, mas podem ficar abertos até as 22h.


Leia também


Últimas notícias