balanço

Com 165 mortos em 24 horas, Brasil chega a 2.906 casos fatais de covid-19

São Paulo segue como epicentro da pandemia no país, com 1.134 mortos. Manaus aprofunda colapso do sistema de saúde

Leopoldo Silva/Agência Senado
País ainda faz poucos testes para saber realidade da pandemia do novo coronavírus

São Paulo – O Brasil registou 165 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas, e com isso a pandemia da doença provocada pelo novo coronavírus já deixa 2.906 mortos por todo o país. Os dados foram divulgados hoje (22) pelo Ministério da Saúde. O número oficial de contaminados é de 45.757 – 2.678 casos a mais no período. A taxa de letalidade da doença no país permaneceu em 6,4%.

Os números preocupam as autoridades de diferentes estados. Rio de Janeiro e Ceará encontram-se à beira do colapso do sistema de saúde, por falta de leitos e equipamentos. Em Manaus, capital do Amazonas, o caso é ainda mais complicado e os médicos já são obrigados a escolher quem receberá atendimento adequado.

• Leia também: notícias, análises e entrevistas sobre o coronavírus no Brasil

São Paulo segue como o epicentro da crise sanitária provocada pelo novo coronavírus no país. Mesmo assim, o governo João Doria (PSDB) anunciou hoje que estuda a flexibilização da quarentena no estado a partir do dia 11 de maio. “A reabertura vai ser pensada de acordo com o acompanhamento da saúde, da evolução da pandemia, da disponibilidade de leitos, testes e critérios de segurança”, disse a secretária estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Patrícia Ellen.

Com os números de hoje, são 15.914 casos oficiais em São Paulo, e 1.134 mortos. Os leitos da rede municipal de saúde da capital estão 73% ocupados. Os números gerais, não apenas no estado, mas em todo o país, podem estar defasados em, no mínimo, 10 vezes, de acordo com diferentes estudos de entidades como Fundação Oswaldo Cruz e Universidade de São Paulo, devido à flagrante subnotificação e o despreparo do governo Bolsonaro para lidar com a pandemia.

O Sudeste concentra 24.062 casos, 52,6% do total nacional. Na sequência, vêm Nordeste (11.969, 26,2%), Norte (4.907, 10,7%), Sul (3.077, 6,7%) e Centro-Oeste, com 1.742 infectados (3,8%).

Curva epidemiológica da covid-19 no Brasil


Leia também


Últimas notícias