balanço

Brasil tem 299 mortos pelo novo coronavírus. Casos se aproximam de 8 mil

Foram 59 mortes nas últimas 24 horas. São Paulo segue como epicentro do novo coronavírus, com 188 mortes e mais de 3.500 infectados. Orientação é ficar em casa

prefeitura de curitiba
Idosos acima de 60 anos são o grande grupo de risco, além de portadores de doenças crônicas. Entretanto, jovens também pegam a covid-19 e podem apresentar sintomas graves

São Paulo – O Brasil tem 7.910 casos confirmados do coronavírus, de acordo com novo balanço do Ministério da Saúde, divulgado nesta quinta-feira (2). A pandemia já deixou 299 mortos – apenas nas últimas 24 horas, foram 59 mortes e 1.057 casos. O ministério prevê que os números da covid-19 continuem crescendo. O país entrou no período epidemiológico mais complicado, que deve durar pelas próximas semanas.

Diante dessa situação, o próprio ministério orienta por fortes medidas de isolamento social. Isso porque os dados não refletem o presente, mas a situação da semana anterior. Como o novo coronavírus demora, em média, cinco dias para manifestar sintomas, muitos dos infectados sequer sabem que são portadores. Entretanto, mesmo assintomática, a pessoa transmite.

Essa é uma das características mais preocupantes do novo coronavírus, que se espalha de forma silenciosa e rápida. O vírus tem preferência pelo trato respiratório superior, como garganta e sinos nasais. Tal fato também amplifica a transmissão, que pode acontecer por meio da fala, de um espirro ou tosse.

Idosos acima de 60 anos são o grande grupo de risco, além de portadores de doenças crônicas. Entretanto, jovens também pegam a covid-19 e podem apresentar sintomas graves e até morrer.

Regiões

São Paulo segue como epicentro da crise do coronavírus: são .506 casos e 188 mortes. Muitas mortes ainda estão sob investigação, o que pode aumentar esse número nos próximos dias. O Sudeste concentra 63% das notificações da doença, com 4.223 casos.

A segunda região mais afetada é o Nordeste, com 15% dos casos do país, ou 1.007. O Ceará é o estadol com maior número de infectados. De acordo com o próprio ministério, isso pode ter relação com um sistema de saúde com mais estrutura. São 550 casos e 20 mortes.

Além de São Paulo e Ceará, outros estados com grande número são: Rio de Janeiro, com 992 casos e 41 mortes; Distrito Federal, 370 e quatro óbitos; Minas Gerais, com 370 casos e quatro mortes; Rio Grande do Sul, com 334 casos e cinco mortes; e Santa Catarina, com 247 casos e duas mortes.