LUTA PERMANENTE

Coronavírus não pode frear trabalho humanitário, alerta ONU

Porta-voz alerta que pandemia se soma à outras crises humanitária enfrentadas por essas populações

UNICEF
Jens Laerke afirmou que milhões de pessoas vulneráveis ​​ainda contam com a ajuda da ONU para sobreviver à crise

São Paulo – A Organização das Nações Unidas (ONU) afirmou que, apesar da pandemia provocada pelo novo coronavírus (Covid-19), o trabalho humanitário precisa continuar e as equipes querem continuar atendendo milhões de pessoas pelo mundo. Nesta terça-feira (17), Jens Laerke, porta-voz do escritório de coordenação humanitária da ONU, disse que milhões de pessoas vulneráveis ​​contam com a ajuda da entidade para sobreviver.

Ele argumenta que a pandemia de coronavírus se soma à outras crises humanitária enfrentadas por essas populações. “É extremamente importante que continuemos o trabalho de salvar vidas nesses países e que sustentemos a resposta humanitária em todo o mundo”, disse.

Nesta semana, um grupo de 18 relatores e especialistas em direitos humanos ONU já havia pedido aos Estados-membros que evitem o excesso de medidas de segurança. Em nota publicada, os especialistas afirmam que os poderes de emergência não devem ser usados ​​para reprimir os direitos humanos.

Doações de sangue

Ainda nesta terça, o governo do estado de São Paulo fez um pedido à população da capital para que façam doações de sangue. De acordo com o coordenador de Centro de Contingenciamento para o Coronavírus em São Paulo, o médico David Uip, os bancos da capital estão “praticamente vazios”.

“Os nossos bancos de sangue estão praticamente sem sangue. O banco de sangue que tem mais sangue, tem sangue hoje para praticamente uma uma semana. Isso é extremamente grave e importante no momento que virá pela frente”, disse o coordenador.

A Fundação Pró-Sangue está operando com 40% da reserva necessária para atender a mais de 100 instituições de saúde da rede pública. Eles informam que os sangues do tipo O+, O-, A- e B- garantem o abastecimento por apenas um dia.

Os locais dos postos de coleta podem ser consultados no site do governo do estado.