"Histórico de atleta"

Atletas de verdade que adoeceram provam que Bolsonaro está errado

Ao contrário do que diz o presidente Jair Bolsonaro, atletas profissionais de todo o mundo estão sofrendo após serem infectados pelo coronavírus

Divulgação NBA/ Jim [email protected]_open/ Flickr-Fina
Kevin Durant, Thiago Wild e Cameron Van der Burgh: 'histórico de atleta' pode não ser proteção contra a pandemia

Olimpíada Todo Dia – Jair Bolsonaro fez um discurso polêmico na noite de terça-feira (24) ao criticar o confinamento em massa, contrariando todas as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) quanto ao combate à pandemia do coronavírus.

Para completar, o presidente da República afirmou que por seu “histórico como atleta” não precisaria se preocupar, pois a doença não passaria de uma gripezinha ou um resfriadinho. Mas os atletas profissionais contaminados mundo afora pelo coronavírus desmentem o discurso de Bolsonaro.

Alguns astros do esporte no planeta ficaram bastante debilitados com a doença. Os casos nos esportistas vão de febre alta, dificuldade de respiração, fortes dores pelo corpo e até internação. E olha que são atletas profissionais, coisa que Jair Bolsonaro não é e nunca foi.

Astro francês doente

Astro da seleção francesa de vôlei masculino, Earvin Ngapeth, passou dias difíceis com a doença e chegou a ser internado. “Eu testei positivo para o Covid-19 há uma semana. A pior parte já passou, eu passei três dias complicados, mas agora acabou. Eu estou deixando o hospital em uma semana. Todos vocês, fiquem em casa. Isso não acontece apenas com as outras pessoas”, alertou o atleta na oportunidade.

Pior vírus  da vida

Campeão olímpico da natação nos Jogos de Londres-2012 e prata no Rio-2016, o sul-africano Cameron van der Burgh, aposentado há apenas um ano e três meses, classificou a doença como “o pior vírus que ele já sofreu”. O ex-nadador, que tem 31 anos, revelou que uma simples caminhada o deixa cansado por horas.

“Apesar de ser uma pessoa saudável com pulmões fortes, sem fumar e praticar esportes a vida toda, ser jovem e ter uma maneira de vida saudável, ainda estou lutando com fadiga e tosse residual que não consigo erradicar”, contou van der Burgh, que faz questão de tranquilizar os fãs ao dizer que os sintomas mais graves, como a febre, já diminuíram.

Revelação brasileira infectada

O caso mais recente afetou Thiago Wild, maior revelação do tênis brasileiro na atualidade. Campeão do ATP 250 de Santiago no começo de março, ele revelou na noite de terça-feira que estava com o vírus. “Estou passando aqui para avisar a vocês que acabei contraindo o Covid-19. O resultado saiu hoje. Há uns dez dias tive alguns sintomas. Tive febre, fiquei um pouco gripado, mas daqui a pouco o período de incubação da doença já vai passar e vou ficar bem”, afirmou.

NBA sem sabor

A NBA, liga profissional de basquete masculino dos Estados Unidos, também teve atletas infectados. Kevin Durant, Rudy Gobert, Donovan Mitchell, Marcus Smart, Christian Wood e Trey Thompkins estão entre os infectados. Gobert fez uma publicação em suas redes sociais revelando alguns dos sintomas. “Não sou capaz de sentir o cheiro de qualquer coisa nos últimos quatro dias. Alguém mais está vivenciando a mesma coisa?”, perguntou o jogador.

Futebol também tem vítimas

O mundo do futebol também tem vítimas relacionadas à pandemia. Ídolo histórico do Milan e da seleção italiana, Paolo Maldini disse que sofreu bastante com febre alta e dores pelo corpo. ” As dores foram particularmente fortes, senti um aperto no peito. É um novo vírus, as lutas físicas contra um inimigo que não se conhece. Tive os primeiros sintomas em 5 de março, dor nas articulações e músculos e 38,5 ° de febre”, contou o ex-jogador.

A lista de esportistas infectados é imensa e cresce a cada dia. Ninguém está imune. É preciso se cuidar! O mundo inteiro está de quarentena para evitar a propagação do coronavírus. Ou será que só Bolsonaro está certo e todo mundo está errado? As consequências da doença em atletas profissionais prova que o discurso do presidente está errado.


Assista também, na TVT: Juca Kfouri e o adiamento da Olimpíada