Home Saúde e Ciência Na Holanda, médicos brasileiros denunciam cortes de Temer na saúde
Contra o desmonte

Na Holanda, médicos brasileiros denunciam cortes de Temer na saúde

Protesto ocorreu durante 22ª Conferência Internacional de Aids, um dos mais importantes eventos mundiais de saúde. Os profissionais apontam impactos da 'austeridade' do governo golpista
Publicado por Redação RBA
11:57
Compartilhar:   
arquivo pessoal / twitter
Protesto Medicos Amsterdã

Emenda Teto de Gastos é um dos principais pontos criticados em protesto realizado durante conferência

São Paulo – Médicos e profissionais da saúde denunciaram, na 22ª Conferência Internacional de Aids, em Amsterdã, na Holanda, a redução de investimentos que a saúde pública vem sofrendo no Brasil. O protesto realizado nesta quarta-feira (25) durante esse evento, que é considerado um dos maiores e mais importantes debates sobre HIV e Aids no mundo, criticou as políticas implantadas pelo governo Temer, como a chamada PEC do Teto de Gastos, que reduz os investimentos públicos em políticas sociais pelos próximos 20 anos. A reportagem é da TVT e foi exibida na edição do mesmo dia, no Seu Jornal.

Para chamar a atenção para o problema, os manifestantes organizaram uma intervenção durante o evento, aos gritos de “vergonha!” e exibindo cartazes com informações sobre a realidade de infectados pela aids e HIV no Brasil.

Os profissionais brasileiros temem os impactos que o desmonte na saúde pode trazer ao tratamento de doenças como a Aids. De acordo com o Ministério da Saúde, desde 2013 o SUS fornece gratuitamente tratamento antirretroviral a todos os brasileiros diagnosticados com o vírus HIV.  O evento reúne diversos especialistas da área para discutir a prevenção e o enfrentamento às doenças sexualmente transmissíveis.

Assista à reportagem: