CURTA ESSA DICA

Impossível? Livro fácil e divertido discute orientação sexual

Ilustradora Pri Ferrari conseguiu tratar de um assunto sério e controverso em livro superdidático para ajudar pais a desconstruir preconceitos precocemente. Confira essa e outras dicas

coisa de menina 1

Para meninas e meninoscoisa de menina capa

Feminismo e equidade de gênero para crianças de 3 a 6 anos. Pode até parecer impossível, mas a ilustradora Pri Ferrari conseguiu transformar um assunto sério em um livro fácil e divertido que vai ajudar mães, pais e crianças a desconstruir juntos pequenos hábitos e crenças que limitam o potencial infantil. Coisa de Menina (Companhia das Letrinhas, 48 págs.) mostra que as meninas podem ser o que elas bem quiserem: astronautas, arqueólogas ou qualquer outra profissão que der na telha. Com humor e leveza, a autora questiona quando a sociedade “decidiu” que meninos usam azul e brincam de carrinho e meninas usam cor de rosa e brincam de boneca, e como essas “determinações” passaram a influenciar na escolha das profissões. R$ 35.

Fotografia e empatiaexposição

As trocas, experiências e relações que o fotógrafo paraense Alexandre Sequeira abraçou em suas andanças pelo país estão expostas no Museu de Arte do Rio (MAR) até 26 de fevereiro. A mostra Meu Mundo Teu reúne, mais que obras, processos de encontros com pessoas e convivências que foram mediadas pelo olhar sensível e pela fotografia de Alexandre. A exposição apresenta seis projetos que mostram o modo como ele se relaciona com o outro, com o mundo e com a arte. Imagens, memórias, narrativas, sons e objetos fazem da visita uma espécie de imersão nos relatos dos encontros do fotógrafo. De terça a domingo, das 10h às 17h, na Praça Mauá, 5, centro do Rio de Janeiro. Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada) e grátis às terças-feiras. Mais informações: (21) 3031-2741.

mouzar

Humor de Mouzar

Mouzar Benedito está de volta. Seu novo livro, Alzheimer, Impeachment e Outras Sacanagens (Ed. Books and Writers, 182 págs.), lançado em dezembro, é um romance de humor ambientado em São Paulo durante o processo de impeachment da presidenta eleita Dilma Rousseff. “Imagine um velho de esquerda, com Alzheimer, sendo bombardeado diariamente por notícias sobre o processo de impeachment e um assanhamento da direita! E duas cuidadoras que são a favor do impeachment discutindo com ele. E ele só falando sacanagens e cantando musiquinhas safadas…”, anunciou o autor em seu blog, no site da revista Fórum. R$ 40 (em média).

Resistência nas prateleiras

Depois de ter passado pelas telas de cinema, o longa-metragem Aquarius, de Kleber Mendonça Filho, está disponível em DVD e Blu-Ray. O filme lançado em maio do ano passado no Festival de Cannes, na França, conta a história de Clara (Sonia Braga), uma jornalista e escritora aposentada que mora no Aquarius, último prédio de estilo antigo da Avenida Boa Viagem, em Recife.aquarius

Ela resiste bravamente às investidas de uma construtora que pretende derrubar o edifício para erguer um novo empreendimento. Especulação imobiliária, imprensa marrom, a vida depois de um câncer e depois dos 60… Aquarius é uma obra completa: com ótimas atuações e roteiro impecável, o filme é um grito de resistência. O DVD traz cenas extras, making of e comentários de Kleber Mendonça e de Sonia Braga.

 

lute como uma menina 1

Lutar como uma menina

“O que significa pra mim ‘Lute como uma menina’? Mudança! A gente está quebrando o tabu de que só os meninos são fortes.” É esta frase de Marcela de Jesus que abre o documentário Lute Como Uma Menina, dirigido por Flávio Colombini e Beatriz Alonso. O longa-metragem apresenta as histórias de várias estudantes que participaram do movimento secundarista que ocupou escolas e foi às ruas para lutar contra o projeto de reorganização escolar imposto pelo governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB).

A relação com a família, com os meninos das ocupações, os enfrentamentos contra os diretores e contra a violência policial, a militância feminista e os sonhos dessas meninas são mostrados no filme, que está disponível no YouTube. O que começou como uma luta contra um projeto que previa o fechamento de quase cem escolas, acabou trazendo mudanças profundas na vida de vários adolescentes. “A gente é aquilo que a gente vive. E as meninas das ocupações se transformaram pela vivência que elas tiveram”, relata no filme Dafne Cavalcante, da Escola Estadual Silvio Xavier.

Além de mostrar os bastidores das ocupações nas escolas, Lute Como Uma Menina acaba sendo uma fonte de esperança no poder de mobilização de manifestações populares. “Eu enxergo esta luta como sendo muito maior do que contra a reorganização escolar e o fechamento das escolas. É um modo de dizer que este sistema de ensino está falido, que ele não funciona mais e não faz sentido pra ninguém (…) Eu vejo aqui todo mundo cozinhando junto, construindo uma comunidade, criou-se uma unidade que a gente não tinha antes – não só em uma escola, mas com todas. Aqui dentro, todo mundo cozinha, lava, limpa e o tempo inteiro tem um debate surgindo. Isso me deixa muito comovida porque é muito perto do que eu sonho para uma escola”, declara Joana Noffs, da Escola Estadual Alves Cruz.

O filme está no link http://bit.ly/lutecomoumamenina.

FIDEL

Testamento de Fidel

Em homenagem ao líder cubano morto em 25 de novembro, a editora Boitempo lançou uma nova edição da única autobiografia de Fidel Castro, escrita a quatro mãos a partir de uma entrevista de mais de 100 horas feita pelo jornalista espanhol Ignacio Ramonet. Fidel Castro: Biografia a Duas Vozes (R$ 79, 624 págs.) mostra os bastidores de momentos importantes da história contados pelo dirigente cubano. A obra resgata sua trajetória desde a educação jesuíta de filho de latifundiário até sua transformação em guerrilheiro e principal protagonista da Revolução Cubana, passando também pelas polêmicas sobre as perseguições a homossexuais e dissidentes políticos.

FILHO ETERNO 1

Paternidade e Down

Roberto (Marcos Veras) tinha certeza de que o nascimento do filho seria o marco para uma nova vida. E era. Porém, ele não esperava que Fabrício (Pedro Vinícius) tivesse Síndrome de Down. Ainda no hospital, quando ele e sua mulher, Cláudia (Débora Falabella), recebem a notícia, o pai tem a impressão de que seu mundo ruiu. Baseado no livro homônimo autobiográfico de Cristóvão Tezza, O Filho Eterno acompanha durante 12 anos as mudanças que a paternidade traz para a vida do escritor: os obstáculos, as conquistas e as pequenas e grandes descobertas trazidas pela relação com o filho. O longa-metragem dirigido por Paulo Machline estreia nos cinemas em dezembro.

Histórias do sambahistoria samba

Para celebrar os 100 anos do ritmo nacional, a Deck lança o duo CD e DVD Guardiões do Samba, um documentário musical que passeia pelas histórias e pelas várias vertentes do gênero. O álbum e o DVD registram quatro rodas de samba em bares e casas do Rio de Janeiro, além de trazer depoimentos de Martinho da Vila, Zeca Pagodinho e Gilberto Gil, entre outros. O DVD tem 17 músicas interpretadas por Walter Alfaiate, Gilberto Gil, Dudu Nobre, Nei Lopes, Coletivo, Xangô da Mangueira, Claudio Camunguelo, Monarco, Nelson Sargento, Tia Zélia da Mangueira e Nadinho da Ilha. O CD traz mais 12 faixas nas vozes de Teresa Cristina, Pedro Miranda, Moacyr Luz, Wilson Moreira, Moyseis Marques, Chico Salles, Cláudio Jorge e Cristina Buarque. R$ 38.

acervo direitos humanos

Direitos na prateleira

O Centro de Formação Cultural Cidade Tiradentes, na zona leste da capital paulista, oferece um acervo temático na área de direitos humanos. Entre os mais de 15 mil exemplares estão obras que abordam os direitos das mulheres, dos idosos, das crianças e da população LGBT, aborto, discriminação racial, violência urbana e imigração, entre outros temas. Fazem parte da coleção livros didáticos, paradidáticos, dicionários, enciclopédias, jornais, revistas, gibis e materiais multimídia. A maioria pode ser emprestada por usuários matriculados na biblioteca. De terça a sexta-feira, das 10h às 19h, e aos sábados, das 10h às 17h. Avenida Inácio Monteiro, 6.900, Cidade Tiradentes, (11) 3343-8900.

choro do rio

Choro de rio

Exatamente um ano depois da tragédia de Mariana (MG), o escritor Leo Cunha e o ilustrador André Neves lançam o triste e poético Um Dia, Um Rio (Editora Pulo do Gato, 32 págs.), um livro infantil em forma de lamento e de grito de socorro tardio de águas que nada podem contra a lama tóxica da mineração. A obra trata de forma lírica o desastre ambiental que atingiu a Bacia do Rio Doce depois do rompimento da barragem de Fundão, em 5 de novembro de 2015. A fala doce e amargurada do rio relembra os tempos em que levava vida e beleza por onde passava. R$ 43,50.

laerte modelo vivo

Múltipla Laerte

Depois de seis anos sem publicar livro, a cartunista Laerte Coutinho lançou em novembro Modelo Vivo, um recorte de sua multiplicidade artística que traz tiras, histórias em quadrinhos clássicas e uma inédita e, como o título anuncia, desenhos de nus humanos. Organizado por Toninho Mendes, o livro mostra a diversidade e o caos do universo da autora de Piratas do Tietê: as dúvidas, as mulheres, a filosofia, os gângsteres, os palhaços e traços de modelos vivos coabitam nas páginas com total liberdade. Os desenhos de modelos são resultado de um curso livre que a autora fez em 2013 com o filho Rafael Coutinho. Publicado pelo selo Barricada, da Editora Boitempo, a obra traça uma espécie de retrato histórico de Laerte, uma das mais talentosas cartunistas brasileiras de todos os tempos. R$ 49.