Curta essa dica

Guimarães Rosa no Rio

A instalação Grande Sertão: Veredas, criada por Bia Lessa, está no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, depois de 550 mil visitas em São Paulo. A exposição é […]

capadicas

A instalação Grande Sertão: Veredas, criada por Bia Lessa, está no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, depois de 550 mil visitas em São Paulo. A exposição é toda constituída por palavras. Espalhadas, as mensagens não se revelam facilmente para o visitante, que precisa procurar de diversas formas trechos do livro de Guimarães Rosa. De terça a sexta, das 12h às 18h. Sábados, domingos e feriados, das 12h às 19h. R$ 5 e R$ 2 (estudantes, maiores de 60 anos e crianças até 12). Ingresso-família aos domingos, R$ 5. Av. Infante Dom Henrique, 85, Aterro, Centro (21) 2240- 4944. Até 28 de outubro.

Continua lindo

O CD Cantos do Rio de Janeiro (Biscoito Fino) reúne canções que têm a Cidade Maravilhosa como tema. Aliás, Cidade Maravilhosa é uma música feita pelo grupo Casuarina especialmente para o álbum. Sábado em Copacabana, de Dorival Caymmi e Carlos Guinle, aparece na interpretação de Maria Bethânia. Chico Buarque está presente com Subúrbios, Morro Dois Irmãos (com Olivia Hime) e Pivete (com Caetano Veloso). Tem ainda Leila Pinheiro, Mart’nália, Martinho da Vila, Monarco, Gal Costa, Hermínio Bello de Carvalho, Guinga e, claro, o regente do Rio de Janeiro Tom Jobim, com Samba do Avião. R$ 29.

Rock engraçado

Rock + bossa nova + mangue beat + samba + baião + salsa = SOMBA. A banda belo-horizontina de Guilherme Castro, Vladmir Cerqueira, Leo Dias e Avelar Jr. celebra no terceiro CD, Cuma?, a obra de artistas brasileiros que serviram de inspiração para os músicos. O humor às vezes ácido mostra características comuns da sociedade: o moralismo conservador em Deus Me Perdoe, as condições de trabalho nada ortodoxas em Senhora Escrava e a alienação dos viciados em computador e internet na engraçadíssima e suingada Homem Virtuanderthal. Depois de Abbey Roça (2000, disponível para download no site) e Clube da Esquina dos Aflitos (2003), a banda viaja o Brasil com um aparato tecnológico que não tinha nos outros álbuns. www.somba.com.br.

Um olhar sobre a Índia

Imagens em preto e branco trazidas pelo fotógrafo Marcelo Buainain resultaram na exposição Índia – Quantos Olhos Tem Uma Alma, no Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba, e na publicação de livro homônimo. O contexto social indiano, seus ritos e crenças são mostrados em seis séries: Kumbha Mela, Crematório, Sikhs, Trabalho, Retrato e Criança. Um delicado olhar sobre uma cultura tão diferente. De terça a domingo, das 10h às 18h. R$ 4,00 e R$ 2,00 (estudantes); crianças até 12 anos, maiores de 60 e grupos agendados de escolas públicas não pagam. (41) 3350-4400. Até 14 de outubro.

Clique biblioteca

O portal Domínio Público tem vasta biblioteca virtual com obras literárias, artísticas e científicas. Permite coleta, preservação e compartilhamento de textos, sons e imagens de domínio público ou divulgação autorizada. São mais de 52 mil obras, entre elas de Leonardo da Vinci, Botticelli, Van Gogh, hinos nacionais, músicas clássicas e populares, livros de Shakespeare, Fernando Pessoa, Machado de Assis, Karl Marx e muitos outros escritores, músicos, pesquisadores. www.dominiopublico.gov.br.

História e poesia

História do Brasil na Poesia de José Paulo Paes (Editora Global, 46 páginas) traz em versos, em linguagem econômica e direta, retratos do país. São 23 poemas que abordam o Descobrimento, a história do Quilombo dos Palmares e até uma satírica variação da letra do Hino Nacional. Palavras e versos de difícil compreensão são acompanhados de pequenas notas explicativas. As ilustrações de Dave Santana e Maurício Paraguassu são atração à parte, coloridas e instigantes. R$ 29.

Tudo pelo poder

A distribuidora Warner lançou DVD duplo de Cidadão Kane, de Orson Welles, com a história de Charles Foster Kane (interpretado pelo próprio Welles), inspirada na vida do magnata do jornalismo americano William Randolph Hearst. Além do filme (imperdível), o lançamento em comemoração aos 60 anos da estréia traz o documentário A Batalha por Cidadão Kane, produzido em 1996 pela rede pública de TV americana PBS, que mostra os bastidores da luta entre o diretor do filme e o magnata real. E ainda entrevistas e comentários de Orson Welles, de atores do filme, fotos e storyboards.

Ver pra crer?

Leonardo da Vinci disse que o olho é a janela da alma. Mas o que é de fato a visão? É o que João Jardim e Walter Carvalho discutem no documentário Janela da Alma (Europa Filmes, 2001). Medicina, filosofia, literatura e biologia são as bases usadas para as 19 entrevistas com pessoas que possuem diferentes deficiências visuais. O músico Hermeto Pascoal, o escritor José Saramago, o poeta Manoel de Barros, o cineasta alemão Wim Wenders, o neurologista Oliver Sacks e o filósofo esloveno Eugen Bavcar, que tira fotos impressionantes – mesmo sendo cego –, entre outros, dão depoimentos sobre sua forma de enxergar, mais exuberante que a de muitos que dispõem plenamente desse sentido.