registro histórico

Juiz acima da lei: em documentário, GGN denuncia ilegalidades de Sergio Moro

“Sergio Moro: A construção de um Juiz Acima da Lei” estreia hoje (8) às 21h. Reportagem apura desvios de conduta e violações cometidas pelo juiz da Lava Jato

GGN/Divulgação - Carolina Antunes/PR
"Ali estão alguns dos métodos heterodoxos usados pelo ex-juiz, a partir do depoimento de personagens que acompanharam os casos escabrosos de perto", afirma a produção

São Paulo – Violações de direitos e garantias constitucionais, conluio entre magistrados e o Ministério Público, entre outras ilegalidades cometidas pelo ex-juiz Sergio Moro estão presentes no documentário “Sergio Moro: A construção de um Juiz Acima da Lei”. O projeto será lançado hoje (8) às 21h no canal do YouTube da TV GGN.

O projeto foi elaborado pela redação do portal GGN sob coordenação do jornalista Luis Nassif em parceria com o repórter Marcelo Auler. A trajetória de Moro, desde que seu nome começou a surgir na mídia, como juiz de primeira instância, é destrinchada em 74 minutos de documentário. Antes da exibição, às 20h, os realizadores participarão de um bate papo no mesmo canal sobre a obra.

A realização do documentário contou com financiamento coletivo lançado pelo GGN na plataforma Catarse em 2020. O material reúne meses de apuração e tem ainda participações de Alberto Toron (advogado criminalista); Celso Tres (procurador da República); Cezar Roberto Bitencourt (doutor em Direito Penal); Cristiano Zanin Martins (advogado do ex-presidente Lula); Fernando Augusto Fernandes (criminalista e autor do livro “Geopolítica da Intervenção – A verdadeira história da Lava Jato”); Geoffrey Robertson (advogado internacional de Direitos Humanos); Gerson Machado (delegado aposentado da Polícia Federal); Mário Magalhães (escritor e ex-ombudsman da Folha de S. Paulo); e Michel Saliba (criminalista).

De acordo com o GGN, o documentário é “um registro histórico de uma série de violações a direitos e que marcaram a trajetória de Sergio Moro na magistratura”. “Ali estão alguns dos métodos heterodoxos usados pelo ex-juiz, a partir do depoimento de personagens que acompanharam os casos escabrosos de perto”.

divulgação