Candidatura progressista

Manuela defende combate às desigualdades ao votar em Porto Alegre

Em primeiro lugar nas pesquisas, candidata diz que a população entendeu que o programa apresentado vai privilegiar o combate de desigualdades e a recuperação da economia

Danilo Cristhidis
Manuela está em primeiro lugar nas pesquisas divulgadas neste sábado

São Paulo – A candidata à prefeitura de Porto Alegre Manuela D’Ávila (PCdoB) defendeu como proposta de sua candidatura o combate às desigualdades. Manuela votou na manhã deste domingo (15), acompanhada de sua filha Laura, e do candidato a vice Miguel Rossetto. Segundo a candidata, apesar do momento dramático que se vive, a população porto-alegrense entendeu que o programa apresentado pela campanha vai privilegiar o combate das desigualdades, a recuperação da economia o dinamismo econômico.

Manuela tem amplas chances de levar a eleição para o segundo turno. Segundo pesquisa Ibope divulgada na noite deste sábado, Manuela segue na liderança com 35% dos votos totais. Em segundo lugar, aparece Sebastião Melo (MDB), com 22%, seguido por Nelson Marchezan (PSDB). Considerando só votos válidos (excluindo brancos e nulos), Manuela tem 40%, Melo, 25%, e Marchezan, 17%. O levantamento ouviu 805 pessoas, de forma presencial, entre os dias 12 e 14 de novembro. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Manuela teve um crescimento de oito pontos em relação à pesquisa Ibope anterior, subindo de 27% para 35% das intenções de voto na pergunta estimulada. Sebastião Melo também subiu passando de 14% para 22% das intenções de voto. Já Marchezan oscilou de 14% para 15%. Mais atrás vem Juliana Brizola (PDT), com 6% das intenções de voto e Fernanda Melchionna (PSOL), com 3% das intenções de voto.

O Ibope fez simulações de segundo turno para três cenários:

Manuelxa 42% x 40% Sebastião Melo

Manuela 44% x 33% Nelson Marchezan Júnior

Sebastião Melo 44% x 30% Nelson Marchezan Júnior.

Com informações do Sul21 e Brasil de Fato