Capital do Paraná

Eleição em Curitiba: Rafael Greca ganha terceiro mandato à frente da prefeitura

Confirmando as pesquisas pré eleição, Greca (DEM), chegou a 59,77% dos votos, com 95% das urnas apuradas em Curitiba. Será sua terceira gestão como prefeito

Reprodução
Rafael Greca é reeleito para a prefeitura de Curitiba

São Paulo – O atual prefeito de Curitiba, Rafael Greca (DEM), venceu no primeiro turno a eleição neste domingo (15). Com 95% das urnas apuradas, Greca somou 59,77% e não podia mais ser alcançado pelos adversários. Será a terceira vez que o economista e engenheiro administrará a capital do Paraná. O atual vice-prefeito Eduardo Pimentel (PSD) também permanecerá no cargo.

Aos 64 anos de idade, Rafael Greca tem uma longa trajetória política: foi vereador, deputado estadual constituinte, deputado federal e ministro do Esporte e Turismo no governo Fernando Henrique Cardoso.

Em segundo lugar ficou o deputado estadual Jorge Gomes de Oliveira Brand, o Goura, com 13,26%. A jornalista e empresária Ana Lucia Moro foi sua candidata a vice. Ambos são do PDT. Em seguida, o delegado da Polícia Federal e deputado estadual Fernando Francischini, com 6,26%. Sua vice é a major médica da Polícia Militar Leticia Chun Pei Pan, ambos do PSL.

Concorreram ainda à eleição de Curitiba, Doutor João Guilherme de Moraes (Novo), que teve 4,81% dos votos com 95% das urnas apuradas. Christiane Yared (PL), com 3,93%; Carol Arns (Podemos), 2,67%; João Arruda (MDB), 2,61% e Paulo Opuszka (PT), com 2,46%. Marisa Lobo (Avante) recebeu 2,22% dos votos; Professor Renato Mocellin (PV), 0,75%; Letícia Lanz (Psol), 0,43%; Zé Boni (PTC), 0,42%. Também participaram da eleição em Curitiba, Camila Lanes (PCdoB), que teve 0,23%; Eloy Casagrande (Rede), 0,12%; Professora Samara Garratini (PSTU) teve 0,07%. Diogo Furtado (PCO), com a candidatura sub judice ficou com 0,01%. Votos brancos chegaram a 4,99% e nulos 6,26%. As abstenções passaram de 30%.

Capital do “Lula livre”

Com quase 2 milhões de habitantes (IBGE), é o município mais populoso do estado e da região Sul e o oitavo do país. O PIB de Curitiba é o quinto entre todos os municípios brasileiros. Uma das mais fortes economias brasileiras, tem forte base nos setores de comércio e serviços, além da exportação. Há novecentas fábricas instaladas no bairro Cidade Industrial.

A sede da Superintendência da Polícia Federal do Paraná fica no bairro de Santa Cândida, em Curitiba. Durante 580 dias, entre 7 de abril de 2018 a 7 de novembro de 2019, a capital paranaense conviveu com as caravanas que tomavam a cidade para defender a libertação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A Vigília Lula Livre mudou o perfil do pacato bairro e levou a cidade de Curitiba, terra do ex-juiz Sergio Moro, às manchetes dos jornais.