Cidade mineira

Contagem-MG: Marília Campos, do PT, vai disputar prefeitura com Felipe Saliba, do DEM

Petista ficou em primeiro, com 41,83% dos votos, e o segundo colocado teve 18,42% dos votos.

Reprodução
Marília Campos saiu na frente, com 41,83% dos votos, mas terá de encarar o segundo turno com Felipe Saliba que teve 18,42%

São Paulo – A eleição em Contagem (MG) vai ser definida em segundo turno. A deputada estadual Marília Campos (PT) vai disputar a prefeitura da cidade mineira com o advogado Felipe Saliba (DEM). A petista, prefeita da cidade mineira entre 2004 e 2012, teve 41,83% dos votos. Seu vice é o fisioterapeuta Doutor Ricardo Faria (PCdoB). Saliba tem como vice o vereador Capitão Fontes (Podemos); a chapa teve 18,42% dos votos.

A eleição de 2020 em Contagem contou ainda com Doutor Wellington Moreira (Republicanos), com 14,09%; Ivayr Soalheiro (PDT) que chegou a 4,98%. Márcio Bernardino (Novo), teve 4,62%; Wellington Silveira (PL), 4,03%; Professor Irineu (PSL), 3,96%. Coronel Alvear (Cidadania) contou com 2,63%; Kaká Menezes (Rede), 2,04%. Coronel Antônio Fiuza (PTC) contou com 1,11%; Maria Lúcia Guedes (PV), com 0,75%. Participaram, ainda, Lindomar Gomes (PMN), 0,71%; Alfredo Campos (Patriota), com 0,58% e Dulce Monte (PMB), com 0,23%. A candidatura sub judice de Sebastião Pessoa (PCO) ficou com 0,02%. Votos brancos somaram 6,43%, nulos, 10,44%, e as abstenções chegaram a 19,99% na eleição para a prefeitura de Contagem.

Parque industrial

Com cerca de 664 mil habitantes, Contagem é o terceiro município mais populoso do estado de Minas Gerais e pertence à Região Metropolitana de Belo Horizonte. Seu limite geográfico confunde-se com o da capital mineira, diante do crescimento horizontal da cidade que conta com um grande parque industrial.

Além da indústria, a economia de Contagem tem forte base no comércio. Entre os produtos para exportação que saem do município, destacam-se veículos de grande porte para construção.


Leia também


Últimas notícias