Nas redes

Com covid, Boulos anuncia conversa com eleitores no horário do debate cancelado pela Globo

Em pronunciamento ao lado da candidata a vice Luiza Erundina, Boulos anuncia programação virtual para sexta e sábado. Ex-prefeita está bem e estará nas ruas

Reprodução
Nas redes sociais, candidatos do Psol à prefeitura de São Paulo anunciam continuação das atividades de campanha

São Paulo – Um pronunciamento emocionado reuniu, nas redes sociais, os candidatos do Psol à prefeitura de São Paulo no início da noite desta sexta-feira (27). Milhares de pessoas ouviram Guilherme Boulos, ao lado de sua vice, Luiza Erundina, falar oficialmente sobre o resultado positivo de seu teste de covid-19. E garantir que, apesar de sua ausência nas ruas, nada vai mudar na agenda de campanha. “Recebi a notícia triste do resultado positivo do meu teste de covid, depois do teste da deputada federal Sâmia Bonfim (Psol-SP), que anunciou no início da semana que havia testado positivamente. Como tivemos contato, decidi fazer o teste”, explicou.

Agradecendo a todas as milhares de pessoas que procuraram a campanha preocupados com sua saúde, Boulos reafirmou que está sem sintomas, mas que manterá todas as recomendações de isolamento. “Desde que tive a notícia, fiquei na minha casa, onde vou permanecer nos próximos dias seguindo as orientações do Ministério da Saúde, da Vigilância Sanitária”, explicou, lamentando o crescimento do número de casos de covid-19 no país e na cidade de São Paulo e criticando o que chamou de descaso dos governos.

Debate com Boulos

Boulos confirmou que sua campanha soliticou à TV Globo a realização do debate previsto para as 22h desta sexta-feira, no formato virtual. Os candidatos – ele e o atual prefeito Bruno Covas (PSDB) – falariam de suas casas, com o mediador César Tralli nos estúdios da emissora. “Mas até o momento não houve resposta oficial e caminha para não manter o debate.”

Diante disso, Boulos anunciou que responderá perguntas ao vivo nas suas redes sociais. “Caso a Globo realmente não faça o debate virtual, estarei ao vivo, a partir das 22h, nos nossos canais respondendo perguntas dos eleitores”, convidou.

No sábado, quando carreatas da campanha saem de diversos bairros da cidade para se encontrar no centro de São Paulo, uma live será realizada por Boulos, a partir das 16h, para conversar ao vivo com apoiadores, eleitores e cidadãos.

Erundina está bem

A vice na chapa do Psol, Luiza Erundina, foi motivo de preocupação desde o anúncio do teste positivo de Boulos. Na segunda-feira (30), a ex-prefeita completa 86 anos de idade e vem atuando na campanha sempre de forma cuidadosa. Ela sai às ruas num carro adaptado, o “papavoto”, com placas de acrílico que a protegem do contato mais direto com o público.

Erundina soube do teste de Boulos no momento em que era homenageada na favela que leva seu nome, no extremo sul da capital. “Uma multidão de jovens, militantes dos partidos do povo, milhares dos que declaram votos em Boulos. Estão entusiasmados, se encantando com a política. Ganhei um bolo de uma boleira da região. Tão dentro da nossa lógica de fomentar atividades de geração de trabalho e renda nesses locais. Foi uma alegria, uma festa”, descreveu.

“No final do ato veio a notícia de que nosso guerreiro teria dado positivo para o teste de covid-19. Fiquei desalentada um pouco, pensando na atividade de amanhã porque estávamos contando com ele. Mas em cada batalha surgem imprevistos, obstáculos, desvios, que não nos paralisam. São reforço da nossa vontade de realizar o que estamos construindo”, disse.

“O que vai acontecer foi o que aconteceu em 1988, minha experiência me diz”, afirmou, lembrando sua eleição, de virada, para a prefeitura da cidade de São Paulo. “Vamos sair com uma responsabilidade multiplicada. As condições de São Paulo e do Brasil são piores hoje. E somos mais experientes.” Erundina acredita que os adversários sabem disso e estão preocupados. Aproveitou, ainda, para criticar a Folha de S.Paulo que em sabatina cortou a fala de Boulos antes que pudesse responder à pergunta feita pela jornalista Thaís Oyama. “Sua força, sua garra estão assustando, deixando com medo, derrotados. Ninguém chuta cachorro morto.”