Indefinição

Ibope em São Paulo: Russomanno e Covas empatam. Boulos tem 10%, França 7% e Tatto 4%

Rejeição de Russomanno segue alta e situação com o atual prefeito é de empate técnico. Boulos e Tatto crescem e Marcio França, não

Reprodução
Bruno Covas foi o único candidato que apresentou queda na taxa de rejeição; de 31% para 23%. Jilmar Tatto (PT) cresce 300%

São Paulo – Pesquisa de intenções de votos do Ibope, divulgada nesta quinta-feira (15), indica Celso Russomanno (Republicanos) e Bruno Covas (PSDB) em vantagem na disputa pela prefeitura paulistana. O primeiro aparece com 25% das intenções de voto, enquanto o atual prefeito tem 22%.

O terceiro é Guilherme Boulos (Psol), com 10%. Mais atrás, Márcio França (PSB) aparece com 7%. Na sequência, o candidato do PT, Jilmar Tatto, figura com 4%. Foi o maior avanço entre os candidatos, subindo três pontos percentuais em uma semana. O primeiro turno da eleição municipal está marcado para 15 de novembro.

Em comparação com pesquisa realizada duas semanas atrás, Russomano variou um ponto para baixo e Covas um para cima. Já Boulos apresentou elevação de dois pontos percentuais, enquanto França se manteve no mesmo patamar. A margem de erro é de três pontos para mais ou para menos, o que coloca Russomano e Covas em empate técnico, mesma situação de Boulos e França, e de França e Tatto.

Arthur do Val, o youtuber Mamãe Falei (Patriota), tem 2%. Andrea Matarazzo (PSD), Levy Fidelix (PRTB), Joice Hasselmann (PSL), Orlando Silva (PCdoB) e Marina Helou (Rede) têm 1% cada.

Rejeição

Com mais tempo de TV e favorecido pela agenda da prefeitura, Bruno Covas foi o único candidato que apresentou queda na taxa de rejeição; de 31% para 23%. Russomano ultrapassou o tucano no percentual de paulistanos que não votariam nele, de 27% para 30%. O Ibope ouviu 1.001 eleitores de São Paulo entre os dias 13 e 15 de outubro.