Eleição 2020

TSE adianta início do horário de votação para eleições municipais, que será realizada das 7h às 17h

Até as 10h será dada preferência a eleitores acima de 60 anos. Primeiro turno está marcado para 15 de novembro

Reprodução
País tem quase 148 milhões de eleitores, e 20% têm mais de 60 anos

São Paulo – As eleições municipais serão iniciadas uma hora mais cedo em 2020. A votação para eleger prefeitos e vereadores começará às 7h, segundo decisão da Justiça Eleitoral. O encerramento está mantido para 17h. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a antecipação do horário das eleições municipais visa “garantir mais tempo para que eleitores votem com segurança e tentar reduzir as possibilidades de aglomeração nos locais de votação”. O primeiro turno está marcado para 15 de novembro. O segundo, nas cidades onde for necessário, será no dia 29. O TSE fixou, ainda, o período das 7h às 10h como preferencial para eleitores acima de 60 anos, que integram o chamado grupo de risco da pandemia. O país tem quase 148 milhões de eleitores (exatos 147.918.483), dos quais pouco mais de 20% (30,2 milhões) têm mais de 60.

As eleições municipais de 2020 e a covid-19

De acordo com o Tribunal, o novo horário para as eleições municipais foi definido após análise de estatísticos do próprio tribunal. Além de avaliação de consultoria técnica. A decisão teve também a participação de especialistas do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa), Insper, Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e Universidade de São Paulo (USP). Já o período preferencial segue orientação de outra consultoria, sanitária, com integrantes da Fiocruz e dos hospitais Sírio Libanês e Albert Einstein.

Saúde e segurança

A mudança também atende a pedido dos TREs. “Após ouvirmos os presidentes de Tribunais Regionais Eleitorais e os respectivos diretores-gerais, ficou decidido, por unanimidade, que este horário será de 7 da manhã às 17 horas”, disse o presidente do TSE, Luís Roberto Barroso. “Não foi possível estender para mais tarde do que isso porque, em muitas partes do Brasil, depois dessa hora, há dificuldade de transporte e há problemas de violência”, acrescentou.

Barroso afirmou ainda que o TSE adotará “todas as medidas possíveis e razoáveis” para garantir a segurança de eleitores e mesários. Ele informou que empresas e entidades de classe doarão equipamentos de proteção individual. “Nós estamos fazendo todo o possível para conciliar, na maior medida, a saúde pública da população com as demandas da democracia.”

A partir de hoje (31), estão permitidas as convenções partidárias. O horário gratuito eleitoral começa em 27 de setembro.


Leia também


Últimas notícias