Investigação

Procuradoria suspeita que Lava Jato camuflou nomes de autoridades

Os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre aparecem como ‘Rodrigo Felinto’ e ‘Davi Samuel’ em denúncia de dezembro de 2019

Ag. Senado/Ag. Câmara
Alcolumbre e Maia: nomes trocados em tabela usada pela operação Lava Jato

São Paulo – Os procuradores da força-tarefa da Operação Lava Jato, em Curitiba, negaram nesta quarta-feira (1º), em resposta a reportagem do site Poder 360, que teriam camuflado nomes de autoridades para espioná-las. Os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), aparecem como ‘Rodrigo Felinto’ e ‘Davi Samuel’, respectivamente, em extensa denúncia de dezembro de 2019.

“Não há omissão ou camuflagem de nomes na denúncia. Parte dos nomes não coube por inteiro no campo da tabela dos beneficiários das doações — pelo menos em 38 das 321 linhas constaram nomes incompletos ou sem a identificação dos partidos”, afirma o Ministério Público Federal de Curitiba na nota.

O documento da denúncia era conhecido, mas ninguém havia percebido essa possibilidade de camuflagem. A Procuradoria-Geral da República, que lançou a suspeita de camuflagem, procura possíveis inconsistências e erros em denúncias apresentadas pela força-tarefa da Lava Jato, em Curitiba. A notícia sobre o caso foi destaque na edição do Seu Jornal desta quarta-feira, na TVT.

Segundo a PGR, essa camuflagem dos nomes seria uma técnica para os procuradores investigarem autoridades sem se submeterem aos foros adequados.

Haveria até nomes incompletos de ministros do STF que podem ter tido os seus sigilos quebrados de maneira irregular. Agora a PGR tenta descobrir se todos os nomes camuflados em denúncias foram investigados. 

“E vale lembrar que essa é a mesma Lava Jato da turma de Sergio Moro, que perseguiu e fez de tudo para condenar o ex-presidente Lula. Às vésperas da eleição presidencial de 2018 Lula aparecia como favorito em todas as pesquisas”, destaca o comentário na TVT.

Confira o comentário no Seu Jornal