Desconfiança

Após fala de Bolsonaro, embaixada dos EUA orienta americanos a sair do Brasil

Representação americana listou vôos e pediu que cidadãos retornem o mais rápido possível ao país, pouco depois de Bolsonaro minimizar riscos do coronavírus

reprodução
Documento da embaixada dos Estados Unidos alerta para necessidade de cidadãos retornarem imediatamente ao país após fala de Bolsonaro

São Paulo – Duas horas depois do pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro, na noite de terça-feira (24), desdenhando dos riscos da epidemia de coronavírus no país, a embaixada dos Estados Unidos divulgou comunicado orientando seus cidadãos a deixar o Brasil o mais rapidamente possível. O texto relaciona uma lista de voos saindo do Brasil nos próximos dias e alerta que esse número tende a diminuir, antecipando uma piora da situação brasileira.

O Brasil já registrou 2.271 casos confirmados de coronavírus, com 47 mortes. São Paulo e Rio de Janeiro são os estados mais afetados e estão com quarentena declarada para tentar conter a expansão da epidemia. A curva de crescimento dos casos no país é semelhantes à da Itália, que enfrenta a situação mais dramática de todos os países atingidos, com 500 mil infectados e 6.820 mortos, até o fim do dia de ontem. Apesar disso, Bolsonaro disse que está havendo histeria, culpou a imprensa e pediu o fim das medidas tomadas por governadores e prefeitos.

A situação nos Estados Unidos se agrava a cada dia e está sendo monitorada pela Organização Mundial da Saúde. Até ontem, foram registrados 44.183 casos de coronavírus no país. E, ao menos, 544 mortes, segundo o balanço mais atualizado do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC). Dos 50 estados, 13 já instauraram medidas de distanciamento social para conter o avanço do coronavírus. Estudos indicam que cerca de 45% da população americana já estaria contaminada pela doença.

Confira o comunicado:

De acordo com o Aviso de Saúde Global de Nível Quatro do Departamento de Estado, os cidadãos dos EUA que vivem no Brasil devem providenciar retorno imediato, a menos que estejam preparados para permanecer no exterior por um período indeterminado.

A Embaixada dos EUA em Brasília gostaria de informar aos cidadãos dos EUA no Brasil que opções de voos comerciais permanecem disponíveis com saída do Brasil para os Estados Unidos, porém esperamos que esse número diminua. Os cidadãos dos EUA que desejam retornar aos Estados Unidos devem fazê-lo o mais rápido possível pois a situação de viagem está mudando muito rapidamente e a disponibilidade de voos está sujeita a alterações.

Os horários de voos domésticos no Brasil também estão sendo reduzidos significativamente, e os cidadãos dos EUA que atualmente estão fora dos portões internacionais identificados abaixo também devem monitorar sua capacidade de obter um voo de conexão, consultando o site do aeroporto mais próximo.