Home Política Trajano defende formação de frente ampla para conter ataques de Bolsonaro a direitos
entre amigos

Trajano defende formação de frente ampla para conter ataques de Bolsonaro a direitos

Centésima edição do ‘Entre Vistas’, na TVT, traz um ‘Entre Papos’ entre Juca Kfouri e o jornalista que conduz o ‘Papo com Zé Trajano’
Publicado por Helder Lima, da RBA
19:23
Compartilhar:   
reprodução / y.tube

“Os partidos de esquerda têm que se unir. Antes de pegar o pessoal que não é de esquerda, vamos juntar a esquerda”, observa Trajano. “Uma ampla frente de esquerda, porque isso não existe”

São Paulo – O jornalista José Trajano, que apresenta de segunda a sexta-feira na TVT o Papo com Zé Trajano, sai em defesa de uma frente ampla, para além dos limites dos partidos de esquerd, para que exista uma coalizão política que enfrente o ataque a direitos e os retrocessos do governo ultraconservador de Jair Bolsonaro. “Eu torço para que haja uma frente ampla. Agora vai ter eleições para prefeito (em 2020), eu gostaria que os partidos se unissem”, afirma.

Essa frente ampla é tudo o que eu desejo. Mesmo tendo certas resistências. Tenho de ser um pouco mais condescendente”, diz ainda, em referência a nomes de respeito na história, como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, mas que se omitiram de defender a ex-presidente Dilma Rousseff no processo de impeachment, em 2016. FHC, aliás, apoiou o impeachment, conforme mostra entrevista em março daquele ano, quando ele assume publicamente essa postura. “Os partidos de esquerda têm que se unir. Antes de pegar o pessoal que não é de esquerda, vamos juntar a esquerda”, observa Trajano.

Essas afirmações estão no programa Entre Vistas, da TVT, conduzido pelo jornalista Juca Kfouri, que vai ao ar nesta quinta-feira (14), às 22h. A escolha do nome de Trajano se deu em função do caráter especial do programa, já que se trata de sua centésima edição. Trajano e o apresentador, duas pratas da casa da TVT, são velhos amigos, e nesta edição comentam sobre política, esporte e cultura, como é no dia a dia a composição do Papo com Zé Trajano, que vai ao ar às 18h30, antes do noticiário do Seu Jornal.

Participam do programa também a colaboradora do Instituto Lula Cláudia Troiano, que Kfouri define como “meio anjo da guarda do ex-presidente Lula”, e a jornalista Júlia Belas Trindade, mestre em jornalismo esportivo, baiana e torcedora do Vitória.

Ao abrir o programa, Kfouri pergunta: “O que você gosta mais, de política, futebol ou música?”. Ao que Trajano responde: “Em cima do muro completo, não dá. Eu gosto disso tudo, tanto que no meu programa, mesmo na época da ESPN, quando eu tinha o Pontapé Inicial, eu já colocava ali muita música, um pouquinho de política”.

E é claro que no bate papo de hoje não fica de fora o futebol. O telespectador poderá relembrar com os jornalistas a passagem memorável de Pelé pela Copa de 1970.

Entre os nomes que já passaram pelo Entre Vistas, destacam-se o jornalista Glenn Greenwald, que protagonizou a Vaza Jato; a ex-presidente Dilma Rousseff, as economistas Laura Carvalho e Maria Lúcia Fattorelli, a cineasta Petra Costa, os economistas Paulo Nogueira Batista Jr. e Ladislau Dowbor, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, os ex-candidatos à presidência Fernando Haddad (PT) e Guilherme Boulos (Psol), o jurista Pedro Serrano, a professora Marilena Chaui, o teólogo e escritor Leonardo Boff, a deputada federal Luiza Erundina, o ex-ministro da Educação Renato Janine Ribeiro, a ativista Monica Benicio (viúva da vereadora Marielle Franco), a cantora Ana Cañas, o advogado Cristiano Zanin (que defende o ex-presidente Lula), a escritora e ativista feminista Djamila Ribeiro, o professor Boaventura de Sousa Santos, da Universidade de Coimbra, o padre Júlio Lancellotti e os ex-ministros Eugênio Aragao e Celso Amorim, entre outros.

Confira o Entre Vistas: