Home Política População precisa ir às ruas denunciar farsa dessa prisão, diz organizador do ato ‘Justiça para Lula’
Convocação

População precisa ir às ruas denunciar farsa dessa prisão, diz organizador do ato ‘Justiça para Lula’

Movimentos sociais e sindicais e o Comitê Lula Livre ocupam Avenida Paulista, neste domingo (13), à partir das 14h, para cobrar liberdade do ex-presidente e suspeição de Moro
Publicado por Clara Assunção
17:04
Compartilhar:   
Instituto Lula Livre

"(Precisamos) intensificar as mobilizações de rua, os atos por Lula Livre", convoca organizadores

São Paulo – “Está mais clara do que nunca, principalmente depois das revelações da Vaza Jato, a farsa inicial montada nessa operação que culminou na prisão do presidente Lula. Esse é o momento que os militantes sociais precisam ir para às ruas fazer essa denúncia”. Em entrevista ao repórter Cosmo Silva, da Rádio Brasil Atual, o integrante da Frente Povo Sem Medo Josué Rocha destaca a convocação ao ato unificado que ocorre neste domingo (13), a partir das 14h, na Avenida Paulista, o “Justiça para Lula“.

Movimentos sociais, sindicatos, frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo e o Comitê Lula Livre organizam manifestação contra a condenação sem provas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso há 542 dias, e denunciam nas ruas da capital paulista a perseguição política. As violações ao devido processo penal – sempre reclamadas pela defesa do ex-presidente – tornaram-se mais nítidas após a série de reportagens divulgadas pelo The Intercept Brasil.

Segundo o representante do Comitê Lula Livre na Mercedes-Benz, Max Pinho, outras cidades brasileiras também organizam ações pelo Comitê Lula Livre no sábado (12). No município de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, manifestantes fazem “faixaço” no Passo Municipal e na Via Anchieta. 

“Não resta mais dúvida de que foi um conluio, uma armação feita e liderada pelo então juiz Sergio Moro e pelo procurador Deltan Dallagnol para armar, inventar uma mentira e farsa para condenar e prender o presidente Lula (…) É muito importante a gente, para além dessas revelações (da Vaza-Jato) e das campanhas internacionais, intensificar as mobilizações de rua, os atos por Lula Livre”, acrescenta ainda o coordenador nacional da Frente Brasil Popular, Raimundo Bonfim.

O ato deste domingo acompanha a expectativa para que o Supremo Tribunal Federal (STF) dê prosseguimento ao pedido de habeas corpus de Lula baseado na suspeição do atual ministro da Justiça, Sergio Moro.

Confira a reportagem