Home Política Ex-‘superministro’, Moro vai ao Senado se explicar sobre conversas vazadas. Acompanhe
Esclarecimentos

Ex-‘superministro’, Moro vai ao Senado se explicar sobre conversas vazadas. Acompanhe

Ex-juiz segue pressionado por divulgação de diálogos com o procurador Deltan Dallagnol sobre procedimentos na Operação Lava Jato
Publicado por Vitor Nuzzi, da RBA
08:54
Compartilhar:   
Valter Campanato/ABr

Atuação enquanto juiz dos processos da Lava Jata pelo agora 'superministro' de Bolsonaro, Sergio Moro, vai ser questionada no Senado

São Paulo – Apresentado como um dos “superministros” do governo, o ex-juiz Sergio Moro vai na manhã de hoje (19) à Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado para prestar esclarecimentos sobre as conversas vazadas que o mostram em conversas com o procurador Deltan Dallagnol sobre como proceder durante a Operação Lava Jato. A sessão, com segurança reforçada, está marcada para começar às 9h.

Reportagens que passaram a ser publicadas há 10 dias mostram diálogos em que o então juiz Moro faz recomendações ao procurador da força-tarefa. As conversas vêm sendo reproduzidas pelo site The Intercept Brasil, que ainda ontem mostrou Moro repreendendo Dallagnol por causa de investigação envolvendo o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, por “melindrar” quem ele considerava um apoio importante.

A audiência desta manhã foi marcada por sugestão do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), líder do governo na Casa. Em ofício, ele disse manifestar confiança no ministro, na expectativa de que ele demonstre “a sua lisura e correção como juiz federal”. Já a oposição vai questioná-lo sobre sua parcialidade no caso.

O atual ministro da Justiça e Segurança Pública deverá falar por aproximadamente 30 minutos. Na sequência, os senadores terão cinco minutos para formular perguntas, com o mesmo tempo de resposta.

Acompanhe o depoimento de Sergio Moro