Home Política Bernie Sanders pede liberdade para Lula e anulação da condenação
Dos Estados Unidos

Bernie Sanders pede liberdade para Lula e anulação da condenação

“Hoje, é mais claro do que nunca que Lula da Silva foi preso em um processo politizado que negou a ele um julgamento justo e o devido processo legal", diz o pré-candidato democrata à presidência dos Estados Unidos
Publicado por Glauco Faria, para a RBA
12:49
Compartilhar:   
Gage Skidmore

São Paulo – O senador e pré-candidato à presidência dos Estados Unidos pelo Partido Democrata Bernie Sanders disse ao site The Intercept que “hoje, é mais claro do que nunca que Lula da Silva foi preso em um processo politizado que negou a ele um julgamento justo e o devido processo legal”, fazendo referência aos diálogos revelados entre o atual ministro da Justiça e Segurança Pública e então juiz Sergio Moro com o procurador Deltan Dallagnol e integrantes do Ministério Público. 

“Durante sua presidência, Lula proporcionou enormes reduções na pobreza e continua sendo o político mais popular do Brasil. Eu estou com líderes políticos e sociais de todo o mundo que estão pedindo ao Judiciário brasileiro para libertar Lula e anular sua condenação ”, disse Sanders em um comunicado enviado ao The Intercept.

O deputado estadunidense Ro Khanna, da Califórnia, pede à administração Trump que apoie uma investigação relacionada ao caso. “Esta reportagem confirma o que sabíamos o tempo todo – que Moro era um mau ator e parte de uma conspiração maior para mandar Lula para a cadeia”, disse Khanna ao site por email. “Embora não seja para os Estados Unidos fazerem um julgamento factual sobre a inocência de Lula, essa reportagem mostra que Moro não era imparcial e atuava coordenado com os promotores. Isso viola todas as normas e ética judiciais. Espero que a administração Trump apoie uma investigação completa sobre este assunto, uma vez que Lula ainda está na prisão e Moro é ministro da Justiça de Bolsonaro.”

Leia também:

Líderes políticos chamam conversas reveladas pelo Intercept de ‘escândalo’ e pedem renúncia de Moro

Reação de procuradores comprova veracidade das reportagens do Intercept, diz editor

Globo demora a repercutir denúncias do Intercept contra Moro e Dallagnol e só admite ‘falta de ética’