Home Política Militar traficante, avião de carreira, #BolsoNarcos: as redes não perdoam
39 quilos de cocaína

Militar traficante, avião de carreira, #BolsoNarcos: as redes não perdoam

Após a prisão de militar integrante da equipe de Bolsonaro na Espanha com 39 quilos de cocaína, brasileiros reagiram. Com piadas
Publicado por Gabriel Valery, da RBA
19:17
Compartilhar:   

São Paulo – Um militar da comitiva oficial do presidente Jair Bolsonaro (PSL) foi preso com 39 quilos de cocaína na Espanha. O sargento da Aeronáutica Manoel Silva Rodrigues viajava no avião reserva do grupo presidencial rumo ao Japão. Imediatamente, uma avalanche de memes ácidos invadiram as redes sociais. A #BolsoNarcos ficou entre os temas mais comentados no Twitter no mundo durante todo o dia.

Uma questão também veio à tona com força: e se este caso acontecesse na comitiva dos ex-presidentes do PT? A resposta veio rapidamente, e com exemplo. Em 2005, foi encontrado um DVD pirata no avião do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “Foi um verdadeiro escândalo!”, lembra a apresentadora e atriz Mônica Iozzi. “Mas parece que, quando um militar da comitiva do atual presidente é flagrado com quase 40 quilos de cocaína tá tudo bem (…) É de uma tristeza absoluta”, completou.

O Jornal GGN também fez referência ao caso. Lembrou que o Jornal Nacional da época repercutiu o DVD como “apologia ao crime“. São dois pesos e duas medidas, assim como o helicóptero com 500 quilos de cocaína em nome do ex-deputado tucano Zezé Perrella. Quando o escândalo é de tráfico internacional de drogas e afeta realmente os donos do poder, parece não ser tão escandaloso assim para parte da imprensa e da opinião pública.

“Essa turma de milicianos não perde tempo! Vamos tomar todas as providências cabíveis para investigar isso a fundo, porque se ficar por conta da turma do Queiroz, vão abafar”, disse o deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS).

Memes e sátiras

Diante da flagrante injustiça de tratamento, aliado ao fatos políticos recentes que escancaram cada vez mais a natureza dos grupos que ascenderam ao poder após o golpe contra Dilma em 2016, os internautas brasileiros optaram pela piada. “Se ainda conseguimos rir de tudo, por pior que isso seja ainda faz a diferença”, afirma o músico e ativista, vocalista da banda de hardcore Dead Fish, Rodrigo Lima.

O meme de maior relevância foi justamente o da hashtag. Ali está a referência à série da Netflix Narcos, que trata da história de Pablo Escobar, traficante histórico da Colômbia. Ali está o rosto de Bolsonaro em um mix com o traficante.

Outro meme ainda prevê qual será a reação dos bolsonaristas: colocar a culpa no PT.

Veja alguns dos memes e sátiras que circularam