ASSISTA

TVT e Rádio Brasil Atual exibem entrevista de Lula ao ‘Intercept’ na noite desta sexta

Ex-presidente analisa a conjuntura do governo Bolsonaro e faz críticas ao ministro da Justiça, Sergio Moro, que atuou para promover sua prisão política

© The Intercept Brasil/reprodução
O ex-presidente Lula, durante entrevista ao portal The Intercept, do jornalista Glenn Greenwald: 'Estou estou condenado sem ter nenhum fundo, sem ter nenhum dólar, nenhum real'

São Paulo – A TVT e a Rádio Brasil Atual exibem nesta sexta-feira (24), às 20h,entrevista do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao jornalista Glenn Greenwald, do site de notícias The Intercept Brasil. Com uma hora de duração, a entrevista foi gravada na sede da Polícia Federal em Curitiba, onde Lula está preso desde abril do ano passado, e veiculada na última terça-feira (21).

Antes disso, Lula deu entrevistas para os jornais Folha de S.Paulo e El País, e para o jornalista Kennedy Alencar. As entrevistas foram viabilizadas por decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, que em 18 de abril arquivou medida que impedia o ex-presidente de falar com a imprensa enquanto estivesse preso.

Na conversa com Greenwald, Lula fala sobre o governo Bolsonaro, política internacional, o processo que o levou à prisão em Curitiba e a atuação da esquerda na América Latina, entre outros temas. Ele também faz críticas ao ministro da Justiça, Sergio Moro, que atuou como juiz de primeira instância da Lava Jato antes de sua nomeação política. “O Moro é mentiroso, o Moro é um subproduto da Rede Globo de Televisão e dos meios de comunicação.”

Segundo ele, o ex-juiz “visitou todos os meios de comunicação antes de começar a Operação Lava Jato”. O petista lembrou que Moro escreveu um artigo (publicado em 2004) em que defendia o apoio da mídia para garantir apoio da opinião pública às ações judiciais, citando como exemplo a operação “Mãos Limpas” na Itália, nos anos 1990.